Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quinta, 20 de Junho de 2024

Sidrolandia

Traficante toma remédio para ficar calmo durante abordagem em Amambai

Na bagagem do acusado, que viajava no interior de um ônibus de passageiros, os policiais encontraram 32 quilos de maconha

A Gazeta News

16 de Julho de 2012 - 10:23

Um traficante preso na manhã desse domingo (15) pela Polícia Militar Rodoviária Estadual (PRE) em Amambai com 32 quilos de maconha na bagagem confirmou ter usado calmante para evitar o “nervosismo” na hora da abordagem policial.

Kallyel Moisés de Souza, de 20 anos, morador em Cuiabá, capital do estado de Mato Grosso, foi preso durante uma barreira policial montada na Rodovia MS-156, trecho que liga Amambai a Caarapó, a cerca de 22 quilômetros da cidade, em Amambai.

Na bagagem do acusado, que viajava no interior de um ônibus de passageiros, os policiais encontraram 32 quilos de maconha divididos em tabletes e em revista pessoal no rapaz foi encontrada mais certa quantia do entorpecente escondida em suas partes íntimas.

Ao receber voz de prisão, Kallyel Moisés teria relatado aos policiais que havia pegado a bagagem com o entorpecente nas proximidades do local de embarque no ônibus, em Coronel Sapucaia, fronteira com o Paraguai e receberia R$ 2 mil reais para levar a maconha até a cidade de Cuiabá.

Segundo teria relatado o acusado aos policiais, os calmantes, duas espécies de comprimidos, teriam sido repassado a ele pelo próprio traficante na hora na entrega com a droga na cidade da fronteira.

A instrução era, segundo relatou o acusado aos policiais, para que ele tomasse os medicamentos a fim de dormir ou permanecer calmo durante uma possível abordagem policial durante a viagem.