Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quarta, 25 de Novembro de 2020

Sidrolandia

Trem do Pantanal exclui Campo Grande de viagem a partir de setembro

Além do fim de semana de 6 e 7, a outra viagem será nos dias 20 e 21 de setembro. A passagem custa R$ 90 para adultos e R$ 36 para crianças

Campo Grande News

26 de Agosto de 2014 - 09:45

O Trem do Pantanal vai excluir Campo Grande do roteiro e fazer viagens entre Aquidauana e Miranda. A mudança terá início no próximo mês. Conforme o apurado pela reportagem, a modificação será aplicada, a princípio, entre setembro e novembro, para avaliação.

Neste período, só haverá partida da estação de Indubrasil, na Capital, em caso de grupos grandes. O trecho menor pretende tornar a viagem mais atrativa em função da baixa velocidade do trem. O deslocamento entre Aquidauana e Miranda leva quatro horas.

A saída de Campo Grande do roteiro já havia sido ventilada em abril de 2012, mas a Serra Verde Express, que administra o trem, voltou atrás.  Nesta terça-feira, feriado de aniversário da Capital, o Campo Grande News ligou para a empresa, que ficou de se posicionar oficialmente por meio da assessoria de imprensa. 

Abandonada por anos a fio, a estação de Indubrasil recebeu recursos de R$ 1,6 milhão para revitalização. Depois de muitas promessas, saudades e frustrações, o Trem do Pantanal foi inaugurado em 8 de maio de 2009 com festa pelo então presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e toda a classe política. O trem voltou não mais como de passageiros, que ia de Campo Grande a Corumbá, mas como produto turístico e o trajeto até Miranda.

Roteiro – A partir de 6 de setembro, um sábado, o trem sai de Aquidauana às 13h30 e chega a Miranda às 17h30. A viagem de volta acontece no dia seguinte. Saindo de Miranda às 10h, com chegada a Aquidauana às 14h.

Além do fim de semana de 6 e 7, a outra viagem será nos dias 20 e 21 de setembro. A passagem custa R$ 90 para adultos e R$ 36 para crianças.