Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Domingo, 19 de Maio de 2024

Sidrolandia

Unimed perde na Justiça e tem que arcar com prótese

Em seu apelo, o plano de saúde sustentou que o contrato firmado entre as partes exclui da taxa de manutenção mensal as próteses, órteses e sínteses.

Campo Grande News

18 de Agosto de 2010 - 14:10

O TJ/MS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul) negou provimento ao recurso da Unimed de Londrina e determinou que o plano de saúde forneça as próteses necessárias ao tratamento do paciente Wilmar Antunes Campos, morador de Paranaíba.

Em seu apelo, o plano de saúde sustentou que o contrato firmado entre as partes exclui da taxa de manutenção mensal as próteses, órteses e sínteses.

Wilmar precisa ser submetido a uma cirurgia no joelho e está com dificuldade de movimentos. Embora o plano de saúde tenha autorizado a cirurgia, acabou negando a cobertura para a aquisição dos materiais.

O relator do processo, Luiz Carlos Santini, observou que as próteses necessárias para evitar que o paciente deixe de andar estão diretamente ligadas ao ato cirúrgico e com isso não se enquadram na exceção. Isso porque, se acordo com ele, “não se trata de procedimento estético”.