Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Sábado, 25 de Maio de 2024

Sidrolandia

Veja a lista dos atentados mais violentos no Iraque desde 2008

Veja a lista dos ataques mais violentos no país nos últimos anos.

Reuters

17 de Agosto de 2010 - 08:00

Dezenas de pessoas morreram e mais de cem ficaram feridas em um atentado, nesta terça-feira, contra um centro de recrutamento do Exército, em Bagdá, no Iraque. Veja a lista dos ataques mais violentos no país nos últimos anos.

1º de fevereiro de 2008 - Mulheres-bomba matam 99 pessoas em ataques atribuídos a al-Qaeda em dois mercados populares de Bagdá. Foi na ocasião o pior ataque na capital em seis meses.

24 de fevereiro de 2008 - Um homem-bomba ataca peregrinos que seguiam para um festival xiita na cidade de Kerbala, matando 63 e ferindo dezenas em Iskandariya.

6 de março de 2008 - Duas bombas explodem na principal área xiita de Karrada, matando 68 pessoas. Outras 120 ficaram feridas.

15 de abril de 2008 - Carro-bomba mata 40 e fere 80 em frente a escritórios do governo em Baquba, capital da província de Diyala. Outra bomba explode em um restaurante em Ramadi, capital da província de Anbar, matando 13.

17 de junho de 2008 - Caminhão-bomba explode em al-Hurrya, no Norte de Bagdá, matando 63 pessoas e ferindo 75.

11 de dezembro de 2008 - Homem-bomba ataca restaurante curdo em Kirkuk, matando ao menos 50 e ferindo 109.

20 de junho de 2009 - Homem-bomba detona caminhão com explosivos enquanto centenas de fiéis deixam mesquita em Taza, perto de Kirkuk. Ao menos 73 morreram e mais de 250 ficaram feridos.

24 de junho de 2009 - Bomba mata 72 em mercado na favela de Sadr City, em Bagdá. Pelo menos 127 pessoas ficaram feridas.

19 de agosto de 2009 - Pelo menos seis explosões perto de ministérios do governo e outros alvos em Bagdá deixam 95 mortos e ferem 536.

25 de outubro de 2009 - Ataque duplo com carros-bomba, contra o ministério da Justiça, em Bagdá, mata 155 e fere mais de 500.

8 de dezembro - Pelo menos quarto carros-bomba explodem em Bagdá, perto de um tribunal, de um centro de treinamento da Justiça, de um prédio do ministério das Finanças e de um posto policial. Pelo menos 112 pessoas morreram e centenas ficaram feridas.

25 de janeiro de 2010 - Três homens-bomba atacam os hotéis Babylon, o Sheraton Ishtar e al-Hamra em Bagdá. Pelo menos 36 pessoas morreram. Insurgentes ligados à al-Qaeda assumiram a autoria.

1º de fevereiro de 2010 - Mulher-bomba se explode entre peregrinos xiitas que seguiam para Kerbala. Pelo menos 41 morreram e 106 ficaram feridos.

23 de abril de 2010 - Treze explosões em diferentes áreas de Bagdá perto do horário das rezas muçulmanas matam 56 pessoas.

10 de maio de 2010 - Dois carros-bomba na entrada de um fábrica em Hilla, matam pelo menos 35 pessoas e ferem 136. No mesmo dia, 13 pessoas foram mortas e 40 ficaram feridas em ataque em al-Suwayra.

18 de julho de 2010 - Homem-bomba ataca integrantes de milícia sunita apoiada pelo governo enquanto eles faziam fila para receber pagamento em Bagdá, matando 39 e ferindo 41.

7 de agosto de 2010 - Mais de 45 pessoas são mortas em duas ou três explosões que atingiram um mercado em Basra.

17 de agosto de 2010 - Homem-bomba se explode em frente a centro de recrutamento do Exército, em Bagdá, matando ao menos 47 e ferindo 125.