Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quinta, 27 de Janeiro de 2022

Sidrolandia

Vereador pede CPI para apurar situação da saúde em Corumbá

Lanza questionou a prefeitura por abandonar a saúde pública, enquanto há recursos substanciais para manter serviços de qualidade à população carente

Campo Grande News

28 de Abril de 2011 - 15:50

O vereador Oséas Ohara (PMDB) encaminha para apreciação do plenário da Câmara Municipal de Corumbá, na sessão da próxima segunda-feira, o pedido de abertura da CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) para apurar denúncias no setor de saúde pública de Corumbá.

O pedido da CPI foi requerido na sessão de terça-feira, subscrito por oito vereadores. Mau atendimento no Pronto Socorro e venda de leitos por funcionários do Hospital de Caridade estão entre as denúncias.

“As reclamações são generalizadas e o objetivo da CPI é apurar as causas”, afirmou.

Na sessão de terça-feira, a vereadora Cristina Lanza (PT) usou a tribuna para relatar que visitou alguns postos de saúde e constatou situações de calamidade. “Deparei-me com uma situação triste, tenebrosa, confirmando as irregularidades denunciadas pela mídia”, disse ela.

Lanza questionou a prefeitura por abandonar a saúde pública, enquanto há recursos substanciais para manter serviços de qualidade à população carente. “O orçamento do município previu investimento de R$ 61,4 milhões na saúde em 2011. Isso representa mais de R$ 5 milhões mensais. Onde está esse dinheiro?”, indagou.

Em aparte, o vereador Antônio Vianna Galã (PT), lembrou que um dos problemas crônicos é o não cumprimento de horário por parte de alguns médicos lotados nos postos. O vereador Oséas Ohara, que é médico, disse que o problema é de gerenciamento. “O prefeito (Ruiter Cunha) reduziu os salários dos médicos”, citou.