Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Sexta, 22 de Outubro de 2021

Sidrolandia

Vicentina sediou o 1º Seminário Águas e Matas da Bacia do Ivinhema

Fátima News

22 de Março de 2011 - 13:00

O Instituto de Meio Ambiente e Desenvolvimento – IMAD, realizou em Vicentina, o 1º Seminário Águas e Matas da Bacia do Ivinhema – AMBI, realizado no Centro de Convivência da Melhor Idade de Vicentina, contou com a presença de alunos, professores, diretores de escola, funcionários públicos municipais.

O Projeto AMBI, é uma proposta da OSCIP – Organização da Sociedade Civil de Interesse Público, IMAD, em parceria com EMBRAPA – Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária, UEMS – Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul, UFGD – Universidade Federal da Grande Dourados, ITAIPU – Binacional e dos municípios de Caarapó, Deodápolis, Douradina, Dourados, Glória de Dourados, Jateí e Vicentina, com o patrocínio da Petrobrás através do Programa Petrobrás Ambiental.

A principal meta do projeto AMBI é apoiar o gerenciamento da bacia hidrográfica do Rio Ivinhema, revertendo os processos de degradação dos recursos hídricos por meio de um processo integrado de Gestão Social e Ambiental.

Ações de melhoria da qualidade da água serão obtidas através da implantação de projetos pilotos de corredores ecológicos, contando com a participação efetiva dos atores sociais envolvidos ao longo do projeto.

O projeto AMBI atuará nos biomas da Mata Atlântica e Cerrado, numa primeira fase de 24 meses, em 07 municípios (citados acima) que compõem o território da Grande Dourados, Bacia Hidrográfica do Rio Ivinhema.

Historicamente esta região caracteriza-se pela retirada quase total da vegetação original, causando alterações nos ecossistemas e seus recursos naturais, por causa disto, a disponibilidade e a qualidade das águas superficiais vêm diminuindo drasticamente devido aos processos erosivos resultantes e às más práticas de gestão dos ecossistemas produtivos. (Fonte: cartilha 01 – seminário municipal – AMBI).