Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Sábado, 16 de Outubro de 2021

Economia

13º de servidores municipais injeta R$ 9,5 milhões na economia

A liberação do 13º dos servidores é resultado do esforço determinado pela prefeita Délia Razuk à sua equipe

Assecom

22 de Dezembro de 2010 - 17:34

Foi liberado nesta quarta-feira o 13º salário dos 5.501 servidores municipais de Dourados. Já nas primeiras horas da manhã os funcionários do município puderam procurar os caixas eletrônicos e sacar o abono de fim de ano. Conforme a Secretaria Municipal de Finanças, a liberação do 13º dos servidores representa uma injeção de R$ 9,5 milhões na economia de Dourados.

A liberação do 13º dos servidores é resultado do esforço determinado pela prefeita Délia Razuk à sua equipe.

Como não existia nenhuma programação da administração anterior prevendo essa despesa, a prefeita determinou intenso controle de gastos para garantir os recursos necessários para o pagamento do 13º. A economia incluiu corte de gastos com energia, água, telefone e combustível.

O secretário municipal de Finanças, João Azambuja, disse que a intenção era liberar o pagamento até ao dia 20, mas por conta dos problemas enfrentados pelo município não houve possibilidade de concretizar esse objetivo.

Segundo o secretário, só foi possível cumprir esse compromisso graças à contenção de gastos determinada pela prefeita em todas as secretarias. Ele explicou que normalmente as prefeituras se programam para, no decorrer do ano, guardar parte do dinheiro em cada mês, pensando nessa folha de pagamento extra que tem que ser paga em dezembro.

No caso de Dourados isso não ocorreu e, em três meses o município se obrigou a juntar todo o montante (R$ 9,5 milhões) para garantir o direito do funcionalismo. “Conseguimos fazer essa economia, controlando para não prejudicar o andamento da máquina administrativa”, afirmou Azambuja.

A prefeita Délia Razuk ressaltou que desde que assumiu o comando do Executivo municipal, uma de suas maiores preocupações era justamente o 13º dos servidores e por isso, de imediato, chamou cada secretário para concentrar esforços na contenção de gastos. “Cada setor definiu sua estratégia e o resultado foi satisfatório, graças a Deus”, comemorou a prefeita.