Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Sexta, 22 de Outubro de 2021

Economia

Abaixo de R$ 1,67, dólar tem menor nível desde outubro

A mínima do dia, a R$ 1,666. É o menor nível da taxa de câmbio desde o dia 18 de outubro

Dourados Agora

30 de Dezembro de 2010 - 14:00

O dólar operou em baixa nesta quinta-feira, influenciado pelo cenário externo e pela rolagem de contratos futuros em vencimento. Às 11h39, a moeda americana era cotada a R$ 1,667, em queda de 0,77%. A mínima do dia, a R$ 1,666. É o menor nível da taxa de câmbio desde o dia 18 de outubro.

No mesmo horário, o dólar caía 0,27% em relação a uma cesta com as principais moedas, em uma sessão marcada pelo volume reduzido.

No Brasil, o mercado vivia a disputa dos agentes pela formação da última Ptax (taxa média do dólar) do mês, usada na liquidação de contratos futuros e outros derivativos em vencimento.

Segundo o operador de câmbio de uma corretora, há maior movimento nas operações casadas, realizada tanto no mercado à vista quanto no futuro, visando derrubar a cotação.

A queda do dólar favorece os investidores com posições vendidas na moeda americana. Na BM&FBovespa, os estrangeiros se destacavam nessa ponta, com pouco mais de US$ 9 bilhões em vendas líquidas.

O volume de operações registradas na clearing (câmara de compensação) da BM&FBovespa, de quase US$ 2 bilhões, indicava também a possibilidade de um fluxo de entrada de recursos no País, comentou outro operador.

O Banco Central já realizou um leilão de compra de dólares, às 11h08. É possível que a autoridade monetária faça uma segunda operação antes do fim do pregão, às 16h30. A última vez em que a autoridade monetária fez duas intervenções foi em 8 de dezembro.