Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quinta, 29 de Outubro de 2020

Economia

Boleto do IPVA chega em dezembro com redução média de 11,42%

Em 2013, o Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) terá redução média de 11,42%, chegando a 16% para alguns modelos.

Flávio Paes/Região News

25 de Novembro de 2012 - 20:23

Os valores levaram em conta a tabela Fipe - Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas -, que é usada para calcular a base do imposto. Segundo o secretário de Fazenda, Jader Rieffe Julianelli, o governo do Estado adota a tabela Fipe, que teve redução em comparação aos últimos seis anos, mas não significa que o valor comercial do carro também reduza.

“Os veículos populares, os mais vendidos, terão redução média de 11,42%. Mas não significa que todos vão ter esta redução. Para veículos de classe superior a redução varia entre 3 e 4%. O Fiat Siena chega a 16%. O Fiat Pálio, 14%. O Voyage (Wolksvagem) chega à redução de 8%. Depende do veículo.

Mas esta redução no imposto não necessariamente implica na redução do valor do veículo. Os preços reais de comércio são adotados nas negociações entre proprietários e garagistas. Os valores oscilam de acordo com o mercado”, explicou Julianelli. Os boletos já foram enviados aos Correios e começam a chegar às residências na primeira quinzena de dezembro.

Foram impressos 744.632 carnês. Os valores totais dos carnês chegam a R$ 255 milhões. “Este valor é o total da soma dos carnês, mas não significa que seja o valor arrecadado. Muitos contribuintes ainda estão pagando o IPVA de 2012”, afirmou o secretário.

Em Mato Grosso do Sul, as alíquotas atuais do IPVA são de 1% relativo à primeira tributação incidente sobre a propriedade dos veículos novos motorizados adquiridos a partir de 1º de janeiro de 2013; 1,5% para caminhões, ônibus ou micro-ônibus; 2% para ciclomotor, motocicleta, triciclo e quadriciclo e 2,5% para automóvel, camionete de uso misto e utilitário.

O IPVA pode ser pago pelas seguintes formas: pagamento em parcela única, com desconto de 10% ou pagamento em até três parcelas mensais e iguais. O pagamento em parcela única deve ser feito até o dia 31 de janeiro de 2013. “Esta é uma grande vantagem, o pagamento à vista. Em 2012, 90% dos contribuintes quitaram o IPVA à vista”, disse Jader.

Se for parcelado, o contribuinte ou o responsável deve recolher até o dia 31 de janeiro de 2013 a primeira parcela; 28 de fevereiro de 2013, a segunda parcela e 27 de março de 2013, a terceira parcela.

O valor de cada parcela não pode ser inferior a R$ 25,00 no caso de veículos de duas rodas (motocicletas) e R$ 50,00 no caso dos demais veículos. O atraso no pagamento de qualquer parcela implica a atualização do débito e o acréscimo de juros de mora e multa, na forma da lei.

O imposto deve ser pago nas instituições financeiras autorizadas a receber os demais tributos de competência do Estado; na repartição fiscal localizada no município onde o imposto é devido, na falta, no local das instituições referidas no inciso I. No caso de discordância quanto aos valores consignados na tabela, a impugnação deve ser apresentada no prazo de vinte dias contado da data da ciência da notificação do lançamento do IPVA.