Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quarta, 12 de Maio de 2021

Economia

Dólar fecha em queda de mais de 1%

Moeda dos EUA cai 1,24% ante o real, a R$ 3,4294 na venda.

G1

05 de Dezembro de 2016 - 15:51

O dólar fechou em queda em relação ao real nesta segunda-feira (5), com o mercado avaliando as manifestações contra a corrupção por todo o país na véspera e com a atuação do Banco Central no câmbio. Os investidores também reagiram bem após o referendo na Itália, que levou à renúncia do primeiro

A moeda dos EUA encerrou o dia em baixa de 1,24%, cotada a R$ 3,4294 na venda, depois de fechar a semana passada com alta acumulada de 1,73% e no maior nível desde meados de junho (R$ 3,4726).

Segundo a agência Reuters, os investidores também reagiram bem após o referendo na Itália, que levou à renúncia do primeiro-ministro Matteo Renzi.

Acompanhe a cotação ao longo do dia:
Às 9h09, queda de 0,32%a R$ 3,4613
Às 10h09, queda de 0,27%, a R$ 3,462
Às 10h59, queda de 0,23%, a R$ 3,464
Às 11h40, queda de 0,2%, a R$ 3,4656
Às 12h50, queda de 0,54%, a R$ 3,4537
Às 13h30, queda de 0,48%, a R$ 3,4558
Às 14h49, queda de 1,11%, a R$ 3,434
ÀS 15h49, queda de 1,28%, a R$ 3,428

Cenário local

A política nacional seguia despertando apreensão, com escândalos recentes envolvendo aliados do presidente Michel Temer e movimentos polêmicos no Legislativo provocando incertezas quanto ao ritmo de avanço de medidas consideradas importantes para a recuperação da economia, destaca a Reuters.

Neste sentido, investidores aguardavam para esta segunda-feira a apresentação do projeto de reforma da Previdência a pelo presidente Michel Temer a líderes da base aliada no Congresso e a representantes de movimentos sociais, antes de enviar o texto nos próximos dias ao Congresso Nacional.

O tema é considerado um dos mais importantes para colocar as contas públicas do país em ordem. "Aproveitamos o ambiente mais calmo para dar um ajustada (no câmbio). O dólar aqui está caindo mais do que ante outras divisas lá fora", comparou à Reuters um operador de câmbio de uma corretora doméstica, citando, por exemplo, o peso mexicano.

Interferência do BC

A atuação do BC também contribuía para a queda do dólar nesta segunda com oferta de até 15 mil swaps cambiais tradicionais - equivalentes à venda futura de dólares para rolagem. O BC começou na sexta-feira a rolagem dos contratos que vencem em janeiro.

Cenário externo

No exterior, segundo a Reuters, os mercados reagiam com certo alívio ao resultado do referendo na Itália, por meio do qual foi rejeitada a proposta do primeiro-ministro sobre reforma constitucional. Renzi decidiu renunciar após dois anos e meio no gabinete.

O euro chegou a cair para a mínima de 20 meses contra o dólar, à medida que os mercados ficaram preocupados que a instabilidade da Itália possa reiniciar uma crise financeira e afetar o frágil setor bancário italiano. No entanto, a moeda se recuperou e chegou a tocar a máxima em quase três semanas ante o dólar.