Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Terça, 19 de Outubro de 2021

Economia

Estado gerou mais de 28,6 mil empregos formais em 12 meses, aponta Caged

Somente no mês de janeiro de 2011 foram gerados 3.568 empregos com carteira assinada no Estado

Notícias MS

24 de Fevereiro de 2011 - 15:29

O mercado de trabalho formal em Mato Grosso do Sul obteve um saldo de 28.692 pessoas empregadas entre janeiro de 2010 até o mesmo mês deste ano, conforme dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE).  

O índice representa um crescimento de 7,25% em 12 meses, considerada a série ajustada do Caged que incorpora informações declaradas fora do prazo no acumulado do período.

Somente no mês de janeiro de 2011 foram gerados 3.568 empregos com carteira assinada no Estado. O número equivale a um crescimento de 0,85% em relação ao estoque de trabalho verificado no mês de dezembro de 2010.

O total de empregos gerados e mantidos em janeiro de 2011 é o maior já registrado desde 2008, considerando apenas o primeiro mês de cada ano. Neste sentido, janeiro de 2007 continua como o melhor da série histórica - à época o Estado gerou 4.818 postos de trabalho nos primeiros 30 dias do ano.

Setores

A agropecuária e a construção civil juntas foram responsáveis pela geração de 2.561 empregos de todo o saldo de janeiro de 2011. O setor agropecuário foi responsável pela geração e manutenção de 1.331 postos de trabalho, enquanto a construção civil contratou 1.230 novos trabalhadores.

A lista dos setores da economia que mais contribuíram para o crescimento do nível do emprego em Mato Grosso do Sul segue com a indústria de transformação, com 786 postos no saldo, e o setor de serviços, que gerou 247 novos empregos em janeiro.

Municípios

Verificando os municípios com maior índices de contratações, a Capital aparece no topo da lista. Em Campo Grande 924 pessoas tiveram a carteira de trabalho assinada por um empregador.

A relação segue com o município de Nova Andradina, que teve 528 postos criados no mercado de trabalho. A cidade também obteve o melhor resultado na variação real do emprego verificado pelo Caged. O índice de 7,56% de variação aponta que no município foram registradas menos demissões em relação ao número de admissões no período.

Outro município com grande índice de saldo no mercado de trabalho é Três Lagoas, que registrou 481 novos postos em janeiro. Naviraí aparece logo em seguida com 309 empregos no saldo e 3,36% na variação real. Corumbá e Dourados também aparecem na lista com 69 e 28 empregos no saldo gerado, respectivamente.