Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Domingo, 23 de Junho de 2024

Economia

Governo reduz projeção de crescimento da economia para 3% em 2012

O governo também reduziu a previsão de receita primária total em R$ 4,020 bilhões, mas aumentou as despesas obrigatórias em R$ 412,2 milhões neste ano

Com informações da Reuters

20 de Julho de 2012 - 16:50

O governo reduziu a projeção de crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) deste ano para 3%, segundo relatório divulgado nesta sexta-feira (20) pelos ministérios do Planejamento e da Fazenda.

 

A estimativa inicial era de 4,5%. O governo também reduziu a previsão de receita primária total em R$ 4,020 bilhões, mas aumentou as despesas obrigatórias em R$ 412,2 milhões neste ano.

 

Depois de o PIB ter crescido apenas 0,2% no primeiro trimestre deste ano, comparado com os últimos três meses de 2011, a equipe econômica da presidente Dilma Rousseff abandonou a previsão inicial de crescimento de 4,5% da economia para este ano.

 

Para enfrentar essa situação, o governo vem anunciando várias medidas de estímulo e o BC reduziu a taxa básica de juros da economia (Selic) em 4,5 pontos percentuais desde agosto passado, para a mínima recorde de 8% ao ano atualmente. E deve realizar ainda mais reduções, como indicado na ata da última reunião do Comitê de Política Monetária (Copom).

 

BC diz que economia vai crescer 2,5%


Na semana passada, o BC reduziu sua projeção para o crescimento da economia brasileira neste ano de 3,5% para 2,5%, devido à recuperação ainda lenta da atividade e ao cenário internacional.

 

Mercado estima PIB abaixo de 2%

O Boletim Focus, pesquisa feita pelo Banco Central com o mercado financeiro, mostrou nesta semana que o mercado estima crescimento de 1,90% para a economia do país em 2012. Foi a primeira vez no ano que o indicador ficou abaixo de 2%.