Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Sábado, 20 de Julho de 2024

Economia

Greve atinge 90% das agências e clientes são pegos de surpresa na Capital

Estou desde ontem tentando resolver um problema de transferência, agora sim que não vou conseguir”, reclamou Neuza

Campo Grande News

18 de Setembro de 2012 - 13:35

Na área central de Campo Grande, a greve dos bancários iniciada nesta terça-feira atingiu 90% das agencias bancárias, suspendendo o atendimento ao público. Na manhã de hoje, a maioria dos clientes se surpreendeu ao chegar à porta das agências e perceber que, no máximo, poderia usar os serviços dos caixas eletrônicos.

A agente de merenda Neuza Pereira Machado, 45 anos, chegou à porta do banco e deu de cara com as placas que informavam a greve. Surpresa, ela olhou ao redor e foi buscar informações sobre o que estava acontecendo.

“Estou desde ontem tentando resolver um problema de transferência, agora sim que não vou conseguir”, reclamou Neuza, com um suspiro de conformidade. “Mas tudo bem, tem que esperar, não tem o que fazer”, conclui.

Segundo a presidente do Sindicato dos Bancários de Campo Grande e região, Iaci Torres, fora o serviço de caixas eletrônicos, os bancos realizam durante a greve apenas negociações por telefone, os serviços que necessitam de pagamento em caixa estão paralisados.

Outro cliente que foi à agência e não conseguiu resolver as pendências bancárias foi o operário Anízio das Novas, 62 anos. Ele precisava fazer um saque na boca do caixa e teve que dar meia volta com as mãos vazias.

“Por enquanto está tranquilo o movimento, mas parece que não tem previsão para terminar a grave, e se prolongar por muito tempo, pode complicar a situação”, alerta Anízio.

Apesar das caras de espanto dos clientes, o clima era tranquilo e não havia tumulto e nem reclamação nas agências.

A paralisação é nacional e inclui tanto bancos públicos quanto privados.