Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quinta, 3 de Dezembro de 2020

Economia

INSS vai enviar cartas da revisão para quase 500 mil segurados

Além disso, o segurado deverá saber quando receberá, já que os atrasados serão pagos em lotes, de acordo com a idade e o valor da bolada.

Uol

18 de Dezembro de 2012 - 13:31

O INSS (Instituto Nacional de Seguro Social) vai enviar cartas entre os dias 18 e 25 de janeiro aos segurados incluídos na revisão dos auxílios. As correspondências terão informações sobre o reajuste do benefício e o valor dos atrasados.

Além disso, o segurado deverá saber quando receberá, já que os atrasados serão pagos em lotes, de acordo com a idade  e o valor da bolada. O INSS vai pagar atrasados para 2,8 milhões de segurados.

O diretor de benefícios do INSS, Benedito Adalberto Brunca, confirmou na quinta-feira o envio. "A carta vai informar o valor da diferença e o montante que ele está programado para receber."

Ele diz que o INSS deve levar até 18 de janeiro para finalizar os cálculos por segurado.

As cartas vão chegar em janeiro tanto para os segurados que ainda recebem um benefício calculado com erro quanto para aqueles que já tiveram seus auxílios cortados. Estes só terão atrasados.

Segundo o instituto, mais de 490 mil segurados terão seus benefícios reajustados.

A grana corrigida começa a ser paga em janeiro. Pelo calendário de pagamento da Previdência, receberá primeiro quem ganha até um salário. Os atrasados começam a ser pagos em março de 2013.

A data exata ainda não foi definida. O primeiro lote de atrasados será pago aos segurados com mais de 60 anos, independentemente do valor devido.

Brunca confirmou que o INSS deverá dar informações sobre a revisão pela internet e pela Central 135, por telefone, mas faltam detalhes.

O segurado que mudou de casa deve atualizar, o quanto antes, seu endereço no INSS, por telefone ou pelo site.

Os aposentados deverão informar dados como número do benefício, RG, CPF e data de nascimento. Para quem ainda não se aposentou, a Central 135 poderá solicitar que ele vá ao posto para mudar os dados.