Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Domingo, 9 de Maio de 2021

Economia

Menos trabalhadores devem usar 13º em compra de Natal em 2016, diz SPC

Neste ano, 52,9% querem usar 13º em compras, contra 59% em 2015. Mais pessoas vão pagar dívidas e guardar dinheiro para IPVA e IPTU.

G1

14 de Novembro de 2016 - 17:00

Cerca de metade dos trabalhadores brasileiros (52,9%) pretende usar todo ou parte de seu 13º para financiar presentes de Natal e compras de fim de ano, de acordo com pesquisa do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) divulgada nesta segunda-feira (14).

Trata-se de uma redução em relação ao mesmo período do ano passado, quando 59% dos entrevistados informaram que queria gastar os recursos no fim de ano. Neste fim de ano 27% das pessoas disseram que vão usar os recursos em outras coisas e outros 20% ainda estão indecisos sobre como utilizarão o dinheiro do salário extra.

A pesquisa ouviu 1.632 pessoas em todas as capitais brasileiras

Aperto

Além da redução do percentual de pessoas que pretende gastar o 13º com presentes, a pesquisa revelou outras mudanças de comportamento. Mais pessoas pretendem usar os recursos para pagar dívidas e menos trabalhadores querem usar o dinheiro para viajar.

Veja abaixo o resultado da pesquisa para quem vai usar o 13º salário em outras coisas:

2016: Economizar/investir (26,6%); Quitar dívida (26,4%); Pagar impostos de início de ano, como IPVA (11,4%), Viajar (8,2%), Quitar dívida para fazer novas compras (7,8%); Outro (1,9%); Não sei (17,7%).

2015: Economizar/investir (31,2%); Quitar dívida (24,3%); Pagar impostos de início de ano, como IPVA (10%), Viajar (11%), Quitar dívida para fazer novas compras (5,1%); Outro (2,7%); Não sei (15,6%)

2014: Economizar/investir (46%); Quitar dívida (21%); Pagar impostos de início de ano, como IPVA (10%), Viajar (14%), Quitar dívida para fazer novas compras (3%); Outro (1%); Não sei (5%).