Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quarta, 19 de Janeiro de 2022

Economia

MS tem 20% da produção de soja comercializada antecipadamente

A expectativa é de safra recorde. O estado deve colher 6,5 milhões de toneladas do grão

Do AgroDebate

03 de Janeiro de 2015 - 10:31

Em Mato Grosso do Sul, apenas 20% da produção de soja foi comercializada antecipadamente, apesar do bom desenvolvimento das lavouras. Reportagem do MS Rural deste sábado (3) mostrou que o percentual de contratos futuros fechados é inferior ao mesmo período de 2013, quando mais de 30% da produção já tinha sido negociada.

O produtor Luiz Carlos Freitas cultiva soja há mais de 20 anos. Nesta safra, o agricultor destinou 3,2 mil hectares para o cultivo da oleaginosa nas regiões de Campo Grande e Sidrolândia (MS). A lavoura já está na fase de floração e as primeiras vagens já apareceram. Com as chuvas dos últimos dias, a plantação está vistosa o produtor espera uma boa produtividade, acima de 55 sacas por hectare.

A expectativa é de safra recorde. O estado deve colher 6,5 milhões de toneladas do grão. Apesar do otimismo, até agora o produtor comercializou nenhum grão. É que os preços oferecidos em contratos futuros ainda estão abaixo do esperado. Pelos planos dele, as negociações só devem começar depois da colheita.

O corretor de grãos Carlos Dávalos explicou que, até novembro, o ritmo de comercialização da soja seguiu lento em todo o estado e que, em dezembro, as negociações aceleraram um pouco mais.

“O principal motivo na mudança de ritmo da comercialização foi o fator cambial. Nesses últimos dias, tivemos uma forte valorização na taxa cambial brasileira e isso refletiu bastante no preço em reais para o produtor do Mato Grosso do Sul”, afirmou.

Dávalos acredita que a boa produção da safra mundial deve ocasionar queda nos preços do grão e que os produtores precisam estar atentos para aproveitar as oportunidades do mercado.