Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Segunda, 25 de Outubro de 2021

Economia

Preços de material escolar têm diferença de até 800% em Dourados

Uma pesquisa divulgada no início de janeiro pelo Procon entre nove estabelecimentos do ramo, demonstrava grande diferença de preços entre as lojas

Dourados News

28 de Janeiro de 2011 - 15:54

Com a proximidade do início do ano letivo, já se percebe a movimentação das lojas na busca pelos clientes. As promoções começam a tomar conta do comércio, oferecendo as mais diversas “vantagens” aos pais que, nesse período, acompanham todas as propagandas realizadas, quer sejam através de carros de som, de panfletos e faixas afixadas nos pontos de venda de material escolar.

“Temos que procurar bastante, porque a diferença de preços chega a ser muito grande, e se não pesquisarmos, acabamos gastando muito mais do que podemos”, diz Eunice Castro de Almeida, que tem três filhos em idade escolar.

Uma pesquisa divulgada no início de janeiro pelo Procon entre nove estabelecimentos do ramo, demonstrava grande diferença de preços entre as lojas. Uma caixa de lápis cera, por exemplo, teve preços que vão de R$ 0,90 a R$ 2,30, uma diferença que chega a 800%.

O lápis preto é outro item que demonstra o quanto estão díspares os preços – o mais baixo custa R$ 0,10 e o mais caro, R$ 0,80, ou seja, quase 300% de diferença. O metro de papel pardo, mostra uma diferença difícil de acreditar. Com preço mínimo de R$ 0,13 e máximo de R$ 0,97, o percentual de diferença é maior que 745%. Cadernos também apresentam diferença de até 259%.

O mais importante, neste momento, é a pesquisa pessoal. As pessoas devem cuidar para que não sofram prejuízos exorbitantes por conta da comodidade em comprar no local mais próximo às suas residências. É preciso que se “gaste o sapato” procurando o melhor preço e, se for o caso, que tendo em mãos a pesquisa realizada pelo Procon compre o material pelo melhor preço, mesmo que para isso seja obrigada a visitar um grande número de estabelecimentos.