Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Sexta, 14 de Junho de 2024

Economia

Quase 20% dos empresários do setor industrial em MS afirmam que economia melhorou no país

No caso da economia estadual, na mesma comparação, a melhora foi apontada por 13,2% dos participantes

Com informações Fiems

04 de Setembro de 2012 - 13:25

Dados revelam que pouco mais de 18,4% dos empresários ouvidos pelo Radar Industrial em Mato Grosso do Sul afirmam que as condições atuais da economia brasileira melhoraram.

No caso da economia estadual, na mesma comparação, a melhora foi apontada por 13,2% dos participantes. Por fim, com relação à própria empresa, as condições atuais estão melhores para 26,3% dos respondentes. Enquanto 36,8%, 50,0% e 47,4% disseram que não houve alteração nas atuais condições da economia brasileira, estadual e no desempenho da própria empresa, respectivamente.

Para os próximos seis meses, 42,1% dos respondentes mostram-se confiantes em relação à economia brasileira. Já no caso da economia estadual, na mesma comparação, os que disseram estar confiantes, também alcançou a marca de 42,1%.

Por fim, com relação ao desempenho da própria empresa, considerando os próximos seis meses, 60,5% dos respondentes mostraram-se confiantes.

Enquanto 34,2%, 42,1% e 31,6% disseram que, no mesmo período, não deve haver alterações em relação à economia brasileira, estadual e no desempenho da própria empresa, respectivamente.

Além disso, o Índice de Confiança do Empresário Industrial em Mato Grosso do Sul (ICEI/MS) alcançou em agosto o equivalente 55,7 pontos. O destaque no Estado ficou por conta da manutenção da confiança dos empresários industriais em relação ao comportamento esperado para as economias brasileira, sul-mato-grossense e das condições de desempenho da própria empresa, que apresentaram índices de equivalentes a 53,3, 55,4 e 63,2 pontos, respectivamente.

A Sondagem Industrial, realizada em julho pelo Radar Industrial da Fiems junto às empresas sul-mato-grossenses, destaca que a indústria estadual mantém o otimismo para os próximos seis meses com boas expectativas em relação às demandas por produtos industrializados, às exportações, às compras de matérias-primas e às contratações de empregados.

A melhor marca dos indicadores dos industriais do Estado foi registrada na demanda por produtos industrializados, com índice de 57,7 pontos. Empresários em MS Logo em seguida aparecem as exportações de produtos industrializados, com o indicador atingindo 53,8 pontos, as compras de matérias-primas, com índice de 52,8 pontos, e o número de empregados a serem contratados, com índice de 51,3 pontos.

“Os quatro casos apresentaram indicadores acima dos 50 pontos, o que significa a ocorrência de expectativas positivas para os próximos seis meses deste ano em todo o setor industrial de Mato Grosso do Sul”, traz avaliação do Radar da Fiems.

Ainda conforme a Sondagem Industrial, em Mato Grosso do Sul, o início do segundo semestre foi marcado pela elevação da produção industrial. contudo, o nível de utilização da capacidade instalada, permaneceu abaixo do usual, comparativamente ao que é tido como habitual para o período, embora este indicador tenha apresentado significativa evolução em relação ao último mês.

Quanto aos estoques, segundo os empresários ouvidos pelo Radar da Fiems, houve uma sensível diminuição em relação à quantidade planejada para o período. Reflexo, em boa medida, dos ajustes adotados como forma de adequar a produção à demanda esperada para os próximos meses.