Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Sexta, 14 de Junho de 2024

Economia

Recursos do BNDES garantirão mais de R$ 1 bi para obras de infraestrutura no Estado

De acordo com Puccinelli, o montante de R$ 675 milhões do BNDES é equivalente aos projetos que já estão em estágio adiantado

Notícias MS

18 de Julho de 2012 - 16:24

Os projetos de execução de obras na área de infraestrutura estimados em R$ 675 milhões que possibilitam utilizar linha de crédito do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), somados aos R$ 357 milhões disponibilizados por proposta do Governo Federal pela instituição financeira representarão investimento de R$ 1,032 bilhão em Mato Grosso do Sul.

A confirmação foi feita pelo governador André Puccinelli durante solenidade de assinatura de Termo de Cooperação Técnica entre o Governo do Estado e a Sociedade Hospital Samaritano de São Paulo nesta quarta-feira (18). “O governo federal abriu o recurso para 10 estados, ampliando a capacidade de empréstimo, agora está estendendo para os outros 17 estados, incluindo Mato Grosso do Sul, por isso temos este montante de R$ 357 garantidos imediatamente para as obras”, relatou André.

De acordo com Puccinelli, o montante de R$ 675 milhões do BNDES é equivalente aos projetos que já estão em estágio adiantado e prevê o investimento de cerca de R$ 400 milhões destinados à construção de rodovias, cerca de R$ 200 milhões investidos na recuperação de estradas, até R$ 15 milhões aplicados na construção do Hospital de Três Lagoas, mais R$ 50 milhões alocados para a construção do Hospital Escola da Faculdade de Medicina em Dourados, da UEMS (Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul), além de R$ 10 milhões em Arranjos Produtivos Locais (APL).

O valor de R$ 357 milhões foi garantido através do pacote de uma linha de crédito especial de R$ 20 bilhões do BNDES oferecida aos estados, com juros subsidiados de até 8,1% ao ano, prazo de 20 anos, um ano de carência e fácil acesso.

“Mato Grosso do Sul havia se habilitado pelos números que temos e já tínhamos projetos e destino certo para o primeiro investimento, que eram de R$ 806 milhões, sendo R$ 675 milhões da instituição financeira e R$ 131 milhões de contrapartida estadual. Entendemos que este recurso de R$ 357 milhões é um valor a mais para ser investido e vamos destiná-lo à pavimentação da MS-040 e da MS-320”, explicou o governador.

O valor de R$ 357 milhões seriam distribuídos nas obras de pavimentação da rodovia MS-040 orçada em R$ 350 milhões e na complementação dos trechos ainda não pavimentados da MS-320. O restante do investimento para executar as duas obras será complementado pelo governo do Estado, através de contrapartida.

Os recursos do BNDES serão liberados mediante a apresentação de projetos de investimento. Mato Grosso do Sul e os outros estados terão prazo até 31 de janeiro de 2013 para contratar os empréstimos. “Devido ao prazo, vamos utilizar os primeiros R$ 357 milhões na pavimentação da MS-040 e na MS-320, um valor estimado de R$ 412 milhões, pois ainda não tem projeto. Vamos fazer projeto básico, executivo, licença ambiental e detalhamento orçamentário da obra. O restante do valor será investido através de contrapartida do governo do Estado para completar o montante necessário para execução da obra”, disse Puccinelli.

MS-040

A federalização e pavimentação da rodovia da MS-040 é um dos Projetos Estratégicos de Desenvolvimento de Mato Grosso do Sul. São 340 km que compreendem os trechos de Campo Grande, Santa Rita do Pardo e Brasilândia – divisa de Mato Grosso do Sul com São Paulo.

A pavimentação desta rodovia trará resultados econômicos para a região como a recuperação e manejo de 300 mil hectares de pastagens já existentes no local, a produção de mais de 6 mil toneladas/ano, a implantação de usinas de açúcar e álcool, a geração de 3 mil empregos diretos, a incorporação de 2 milhões de hectares de terras produtivas, além de 100 mil hectares de florestas plantadas.