Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quarta, 27 de Outubro de 2021

Economia

Vale-Renda passa a pagar R$ 145 a 60 mil famílias no Estado

O benefício pago até 2010 era de R$ 130 e deveria sofrer reajuste de acordo com a inflação, o que elevaria a cifra para R$ 136,50

Fátima News

26 de Janeiro de 2011 - 07:24

O aumento do valor do Vale-Renda, programa de transferência de renda do governo do Estado de Mato Grosso do Sul, superou as expectativas e é garantia de um incremento significativo no bolso de aproximadamente 60 mil famílias.

O benefício pago até 2010 era de R$ 130 e deveria sofrer reajuste de acordo com a inflação, o que elevaria a cifra para R$ 136,50. No entanto, conforme compromisso firmado com a população, o governador André Puccinelli determinou aumento de R$ 15 para cada beneficiário.

“O Vale-Renda passou para R$ 145 devido a uma determinação do governador. Um aumento de 11,53% que corresponde a duas vezes e meia o percentual de reajuste em relação à inflação”, destaca a Setas (secretária de Estado de Trabalho e Assistência Social), Tania Mara Garib.

A medida oferece mais qualidade de vida às famílias assistidas pelo Programa espalhadas por todos os 78 municípios do Estado, que após cadastradas e verificado se atendem aos critérios pré-estabelecidos, são orientadas para a fase posterior do cumprimento das condicionalidades do Vale-Renda.

Em 2009, o governador André Puccinelli sancionou a lei que instituiu o Programa Vale-Renda e garantiu a 13ª parcela do benefício. O Estado é o único no Brasil que concede esse pagamento adicional. Significa para os que recebem recursos extras no final do ano o aumento das vendas dos pequenos comerciantes, devido à injeção de mais dinheiro na economia de Mato Grosso do Sul.