Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Sexta, 25 de Setembro de 2020

Esporte

Com pequena fratura na mão, Tiago Volpi vira desfalque no São Paulo para o clássico com o Santos

Clube descarta cirurgia; goleiro foi submetido a exames nesta quinta-feira.

Globo Esporte

12 de Março de 2020 - 16:50

O goleiro Tiago Volpi, do São Paulo, é desfalque para o clássico com o Santos, neste sábado, às 19h, no Morumbi. Ele sofreu uma pequena fratura na mão direita, mas está descartada qualquer tipo de cirurgia. Se houvesse jogo na terça-feira, contra o River Plate, o goleiro não estaria descartado. Mas a Conmebol anunciou suspensão dos jogos a partir da próxima semana. O atleta iniciará tratamento a partir desta sexta-feira, no Reffis.

Tiago Volpi foi submetido a exames nesta quinta-feira, em um hospital da capital paulista. Segundo o São Paulo, a imagem do resultado da ressonância não ficou boa, por se tratar de uma região delicada. Portanto, ele ainda fará uma tomografia para saber o diagnóstico da lesão.

Tiago Volpi foi substituído por Lucas Perri durante o segundo tempo da vitória por 3 a 0 sobre a LDU, no Morumbi, na última quarta-feira, pela Libertadores. Ele se lesionou em uma dividida aos seis minutos e deixou o estádio com uma tala na mão direita.

– É na mão, na parte superior da mão. Não teve a ver com o dedo, mas com o osso da mão. Agora é complicado falar e dar um parecer. Sem uma imagem não tem como dizer o que aconteceu. É torcer para que não seja nada grave. E depois das 12h, vamos ter um parecer – afirmou Tiago Volpi após a vitória por 3 a 0.

Sem Tiago Volpi, a principal opção para o clássico é Lucas Perri, de 22 anos. Ele fez seu segundo no São Paulo contra a LDU. O jogador revelado na base foi titular contra o CSA, na última rodada do Brasileiro do ano passado, quando o time foi formado quase todo por garotos da base.

Desde que chegou ao São Paulo, em janeiro do ano passado, Volpi só ficou fora de dois jogos, contra o São Bento, no Paulista, e contra o CSA, pelo Brasileiro, ambos no passado. Ele foi poupado nas duas partidas. São 70 jogos com a camisa tricolor.

No fim de semana, quando Fernando Diniz escalou um time com 10 reservas na derrota para o Botafogo, em Ribeirão Preta, Volpi foi o único titular que entrou em campo.