Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Terça, 22 de Setembro de 2020

Esporte

Corinthians confirma saída de Gustavo e vai avaliar nova contratação

Tiago Nunes afirmou que o jogador deve mesmo ser emprestado até o fim do ano ao Inter

Band Esporte

16 de Fevereiro de 2020 - 19:44

O atacante Gustavo não deve mais jogar pelo Corinthians neste ano. O técnico Tiago Nunes e membros da diretoria do clube alvinegro afirmaram neste sábado, após o jogo com o São Paulo, que o jogador deve mesmo ser emprestado até o fim do ano ao Inter. Internamente, a equipe já avalia até mesmo a contratação de um outro reforço para o ataque, até para ser um substituto do atleta.

Na saída do estádio do Morumbi, onde o Corinthians empatou por 0 a 0, pelo Campeonato Paulista, o diretor de futebol do clube, Duílio Alves, explicou os motivos da saída. "Apareceu a chance do Gustavo ir para outro clube e entendemos que tínhamos um elenco montado para participar de Libertadores e outras competições na sequência. Com a eliminação, infelizmente vimos que era possível liberá-lo. Isso foi feito depois de uma conversa com o treinador", afirmou.

Para o dirigente, a vinda do colombiano Yony González também pesou para a decisão, já que o jogador tem a versatilidade de poder atuar tanto pelas beiradas do campo como no papel de centroavante. A avaliação do Corinthians é que o elenco está bem servido com jogadores como Vágner Love e Boselli, que fazem justamente a função de Gustavo dentro de campo e têm sido titulares absolutos.

"Eu enxergava o Gustavo para uma característica bem específica, de cruzamento, de bola aérea. Até pela saída da competição sul-americana, optamos por liberá-lo. Temos a certeza de que os jogadores que estão aqui podem dar conta do recado mais próximos da característica que a gente deseja", disse o técnico Tiago Nunes. Aos 25 anos, Gustavo está no Corinthians desde 2016 e já foi emprestado outras vezes para Bahia, Goiás e Fortaleza.

Nunes garantiu que já está em pauta no Corinthians a vinda de um outro nome para o ataque. "Sobre buscar outro, vou conversar com presidente (Andrés Sanchez) e Duílio pra ver se eles abrem o bolso para a gente", comentou o técnico.