Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Domingo, 20 de Setembro de 2020

Esporte

Dana White revela qual a única luta que lamenta não ter conseguido realizar no UFC

Presidente do UFC sonhava com um duelo de pesos-pesados que seria realizado em um estádio de futebol americano nos EUA

Combate

03 de Janeiro de 2020 - 15:50

No comando do UFC desde 2001, quando, ao lado dos irmãos Fertitta, adquiriu a empresa, Dana White já realizou diversos combates dos sonhos de qualquer promotor de eventos ou fã de MMA.

Mas o próprio dirigente admitiu, em entrevista ao site oficial do UFC, que lamenta não ter conseguido promover um combate em seu show.

- A única luta que eu queria fazer e que jamais consegui foi Brock Lesnar contra Fedor Emelianenko. Nós iríamos fazer no Texas Stadium. Mas eu não consegui fechar um negócio com Fedor, então isto nunca aconteceu.

Astro da WWE, Brock Lesnar se aventurou no MMA e conquistou o cinturão peso-pesado do UFC em 2008, quando venceu Randy Couture. O americano defendeu o título com sucesso em duas oportunidades, até ser destronado por Cain Velásquez em 2010.

Considerado por muitos como o melhor peso-pesado da história do MMA, Fedor Emelianenko nunca pisou no octógono do UFC. Sua passagem mais marcante foi pelo Pride, onde manteve-se invicto e venceu nomes como Rodrigo Minotauro, Mirko Cro Cop e Mark Coleman.

O Texas Stadium, citado por Dana White, era o palco do time de futebol americano Dallas Cowboys, e sua capacidade era para 65.675 espectadores. Em 2009, a equipe passou a mandar seus jogos em outro estádio, e no ano seguinte o Texas Stadium acabou demolido. O recorde de público do UFC, vale destacar, foi em 2019, quando 57.127 pessoas estiveram no Marvel Stadium, em Melbourne, para acompanhar o UFC 243, que contou com Israel Adesanya vencendo Robert Whittaker na luta principal do show, no dia 06 de outubro.