Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Domingo, 5 de Dezembro de 2021

Esporte

De volta ao bom momento, Cavalieri quer a seleção: "Objetivo é voltar"

Goleiro tricolor esteve ausente nas duas últimas convocações, mas garante que não se abala, elogia concorrentes e só pensa em continuar crescendo

Globo Esporte.com

22 de Agosto de 2013 - 10:10

Nas duas últimas convocações para a seleção brasileira, Diego Cavalieri não viu seu nome. Desde que participou da conquista da Copa das Confederações, o goleiro não foi lembrado por Luiz Felipe Scolari. E justamente agora que voltou a se destacar com grandes defesas que salvaram o Fluminense nos três últimos jogos, contra Corinthians, Náutico e Goiás. Apesar disso, o camisa 12 garante não estar abalado. Pelo contrário, lembrou que qualquer outro tipo de pensamento pode tirar seu foco do mais importante: o desempenho pelo Tricolor.

Cavalieri elogiou Jefferson e Julio Cesar, dois goleiros que foram chamados nos últimos amistosos e que estiveram ao seu lado durante a Copa das Confederações. Para ele, as convocações foram justas. Agora, ele só pensa em dar prosseguimento ao bom momento no Flu para quem sabe ser chamado de novo. Mas sem se preocupar ou se abalar.

- É meu objetivo voltar. Mas tenho de continuar trabalhando para render o esperado. A minha responsabilidade maior é com o Fluminense no dia a dia. Não posso mudar minha maneira de trabalhar por estar ou não na lista. O Brasil possui grandes goleiros, o Julio e o Jefferson estão mostrando regularidade grande e merecem. O importante é continuar focado e deixar as coisas fluírem - disse.

Sério como sempre, Cavalieri não se deixa levar pelos elogios da mesma maneira que não se abateu com as críticas após falhas diante de Botafogo e Internacional. Contra Corinthians e Náutico, salvou o Fluminense no último minuto. O mesmo aconteceu nesta quarta, enfrentando o Goiás. Além de pegar o pênalti de Walter (veja no vídeo acima), fez nova defesa importante nos minutos finais. Mas ao comentar a sequência positiva, não mudou o discurso.

- Para mim, toda defesa é difícil e importante. Fico feliz por ter pego o pênalti em um momento delicado do jogo. Estávamos tomando um certo sufoco. Mas tiveram outras bolas complicadas também - afirmou Cavalieri, relembrando o momento ruim recentemente.

- Algumas coisas aconteceram, mas mantive a cabeça no lugar. Não me acho o melhor do mundo quando tudo está bem nem o pior quando está ruim. Tudo passa. O importante é seguir com a cabeça erguida.

Diego Cavalieri e o Fluminense voltam a entrar em campo no próximo domingo, diante do São Paulo, às 16h (de Brasília), no Morumbi, pelo Campeonato Brasileiro. A partida de volta contra o Goiás pela Copa do Brasil será realizada na próxima quarta-feira, às 19h30, no estádio Serra Dourada. Qualquer empate dá a vaga ao Tricolor. Vitória do Goiás por 1 a 0 leva a decisão para os pênaltis e qualquer vitória por dois gols de diferença do Esmeraldino garante o time do Centro-Oeste nas quartas de final. O Flu pode perder por um gol de diferença se fizer gols.