Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Sábado, 19 de Setembro de 2020

Esporte

Ferrari produz máscaras e válvulas para respiradores no combate ao coronavírus

Instalações da fábrica dos carros de Fórmula 1 em Maranello estão sendo utilizadas para fabricar itens que vão auxiliar hospitais e médicos de Bergamo, Gênova, Modena e Sassuolo.

GloboEsporte

16 de Abril de 2020 - 16:06

Apesar de não participar do Projeto Pitlane em conjunto com a Fórmula 1 e sete equipes, a Ferrari também está colaborando no combate ao coronavírus. A equipe divulgou nesta quinta-feira imagens dos trabalhos na fábrica de Maranello, na Itália, e também das máscaras e válvulas para respiradores que serão fornecidas a hospitais e médicos do país, o mais afetado pelo Covid-19 na Europa. A equipe divulgou nota:

Ferrari is now producing respirator valves and fittings for protective masks at its Maranello plant through its 3D printing facilities in support of health workers. Practical solutions for immediate aid where it is needed.

"Nos próximos dias, a Ferrari planeja fabricar centenas de itens de equipamentos que já estão sendo distribuídos por algumas das empresas envolvidas, com a coordenação da Proteção Civil Italiana, a vários hospitais italianos, incluindo aqueles em Bergamo, Gênova, Modena e Sassuolo, e também aos profissionais de saúde da cidade de Medicina, perto de Bolonha.

Além da Ferrari, a Mercedes vem usando sua fábrica de motores em Brixworth (Inglaterra) para produzir um tipo de respirador menos invasivo e já fabricou 10 mil unidades do modelo. Já a McLaren está trabalhando em colaboração com a Ford e a Airbus para fabricar um novo ventilador, enquanto Renault e RBR estão desenvolvendo em conjunto outro dispositivo de ventilação.

Todos os trabalhos das equipes de Fórmula 1 seguem interrompidos num prazo de cinco semanas, que vai se encerrar no fim deste mês, numa antecipação das férias de agosto. Até agora nove das 22 corridas já foram adiadas/canceladas devido à pandemia de Covid-19.