Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Sexta, 30 de Outubro de 2020

Esporte

Mano Menezes deixa o comando da Seleção

O novo técnico será escolhido pela entidade apenas no início de janeiro: Tite (Corinthians), Muricy Ramalho (Santos) e Luiz Felipe Scolari (ex-Palmeiras) estão cotados.

Lancenet

23 de Novembro de 2012 - 15:52

Mano Menezes não é mais técnico da seleção brasileira. A decisão foi tomada nesta sexta-feira após reunião na Federação Paulista de Futebol, em São Paulo. A CBF vai anunciar nas próximas horas de forma oficial a saída do comandante da equipe nacional.

O novo técnico será escolhido pela entidade apenas no início de janeiro: Tite (Corinthians), Muricy Ramalho (Santos) e Luiz Felipe Scolari (ex-Palmeiras) estão cotados.

O diretor de Seleções da CBF, Andrés Sanches, deixou a reunião com uma dúvida: permanecer ou não no cargo após a saída de Mano. O ex-presidente do Corinthians pediu mais tempo para tomar a decisão e deverá dar uma coletiva ainda nesta sexta-feira, às 17h, na sede da FPF.

Mano Menezes foi comunicado pela CBF logo após a reunião. O treinador soube da informação em São Paulo e não vai se pronunciar sobre a demissão. O técnico foi contratado em julho de 2010 pelo então presidente Ricardo Teixeira como substituto de Dunga.

Histórico do ex-treinador da Seleção

Com passagens vitoriosas por Grêmio e Corinthians, Mano assumiu a vaga de Dunga no comando brasileiro no dia 24 de julho de 2010, depois da Copa do Mundo na África do Sul. Ele havia sido preterido e a chance seria de Muricy Ramalho, mas depois de recusa do paulista por questões contratuais com o Fluminense, acabou contratado.

A estreia de Mano aconteceu no dia 10 de agosto, na vitória sobre os Estados Unidos, por 2 a 0. Embora o retrospecto seja favorável ao treinador (21 vitórias, seis empates e seis derrotas), Mano sempre foi questionado por não conseguir vencer seleções de ponta: foram derrotas para Argentina, França e Alemanha.