Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Sexta, 14 de Junho de 2024

Esporte

Mano vê Seleção 70% pronta para a Copa das Confederações

A meta, a partir de agora, é ter a base definida para a Copa das Confederações, que acontecerá em julho de 2013 no Brasil

Terra

10 de Setembro de 2012 - 09:00

Mano Menezes ainda busca a formação ideal para a Seleção Brasileira. No entanto, já vê a preparação para a Copa do Mundo de 2014 mais da metade concluída. A meta, a partir de agora, é ter a base definida para a Copa das Confederações, que acontecerá em julho de 2013 no Brasil. - Temos de ter uma Seleção pronta para a Copa das Confederações. Essa é a nossa ideia de preparação agora. Acredito que estamos 70% prontos - analisou o treinador, em entrevista coletiva neste domingo, no Arruda.

A Seleção entrará pressionada, principalmente após as críticas recebidas pela má atuação do Brasil na vitória por 1 a 0 diante da África do Sul, na sexta. Mas o treinador não considera um bom resultado diante da China como afirmação de seu trabalho. - Não busco certezas para chegar em lugar nenhum. As certezas que busco é para vencer jogos que têm dificuldade. Um bom futebol para convencer a nós mesmo, dar garantias a nós mesmos que estamos no caminho certo. Cada resultado, cada equilíbrio, cada busca consciente me deixa satisfeito.

Não fomos brilhantes (contra a África), mas construímos a vitória como podíamos construir - afirmou. Apesar de o adversário não ter tradição e ocupar apenas a 78ª posição no ranking da Fifa, Mano espera dificuldades no duelo desta segunda em Recife (PE). - Se a Espanha que é a Espanha teve dificuldade de vencer essa seleção da China, por que a nova Seleção Brasileira não vai ter? Só não posso falar a escalação, porque não consigo, mas a China vem fazendo bons jogos, muito duros, contra adversários de ponta. Joga com duas linhas de quatro. Isso para o Brasil dá arrepio.

Trabalha em velocidade, como é a característica de seus jogadores. Vai jogar com um atacante mais enfiado entre os nossos zagueiros, vai jogar com um meia de muita variação tática - concluiu.