Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quinta, 29 de Outubro de 2020

Esporte

Muricy evita falar de Jadson, mas diz que atual elenco não tem "chinelinho"

Dois episódios foram decisivos para o meio-campista cair em desgraça com o treinador. Ambos sem relação com o rendimento no campo.

Globoesporte.com

06 de Março de 2014 - 15:10

A boa fase de Jadson no Corinthians foi ignorada pelo técnico Muricy Ramalho, do São Paulo. Depois de se irritar com o comportamento do jogador durante o período em que trabalharam juntos, o treinador foi um dos responsáveis pela saída dele do Tricolor na troca envolvendo o atacante Alexandre Pato. Sem citar nomes, o comandante fez uma crítica aos jogadores que deixaram o clube desde o fim do Campeonato Brasileiro. O camisa 10 da equipe do Parque São Jorge é um deles.

Perguntado na entrevista coletiva após a goleada sobre o Grêmio Audax sobre se conseguia detectar os motivos por Jadson conseguir se recuperar tão rapidamente, o treinador foi lacônico.

- Fez bem pra ele - resumiu.

Dois episódios foram decisivos para o meio-campista cair em desgraça com o treinador. Ambos sem relação com o rendimento no campo. Muricy se irritou quando Jadson alegou dores musculares antes da viagem ao Chile para enfrentar o Universidad Católica, pelas oitavas da Copa Sul-Americana. Exames realizados imediatamente não detectaram nenhum problema, e o treinador o obrigou a embarcar - o jogador ficou no banco e não entrou.

O outro atrito aconteceu na semana que antecedeu a última rodada do Campeonato Brasileiro, contra o Coritiba, em Itu, momento em que o Tricolor já estava livre do rebaixamento. Sem comunicar o clube, Jadson fez uma cirurgia na boca por causa de um tratamento dentário e não teve condições de ser relacionado, irritando o comandante.

Para piorar, na volta aos treinamentos, dia 6 de janeiro de 2014, Jadson reapareceu bastante acima do peso e sequer foi relacionado para os primeiros jogos do Paulistão. Com isso, perdeu ainda mais espaço e acabou envolvendo na troca que levou Alexandre Pato ao Morumbi por empréstimo até o fim de 2015.

Na mesma entrevista, Muricy falou abertamente sobre a mudança de perfil do elenco. Além de Jadson, deixaram o clube Rafael Toloi, Welliton, Aloísio, Lúcio, Silvinho e Carleto.

- Os jogadores que ficaram não querem sofrer como no ano passado. Não pode ser ficando no DM (departamento médico), no gelinho, não querendo viajar. Não tem isso aqui. O caras tem de trabalhar pra caramba, não tem chinelinho. Estou gostando desse grupo. O dia a dia é forte, disciplinado. Acho que temos um caminho andado em relação ao ano passado, que estava muito ruim.

Por força contratual, Jadson não poderá enfrentar o São Paulo no clássico do próximo domingo, no Morumbi.