Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Segunda, 24 de Junho de 2024

Esporte

Neymar faz dois, e Santos empurra o Palmeiras para zona de queda

Para o lado santista, a terceira vitória seguida, os três pontos levam aos 26 pontos e ao nono lugar na classificação, provisoriamente

Jornal Floripa

27 de Agosto de 2012 - 08:00

Neymar garantiu neste sábado mais uma vitória para o Santos, por 2 a 1, de virada, e empurrou o Palmeiras para a zona de rebaixamento da classificação do Campeonato Brasileiro-2012, ao final do primeiro turno. É que, com a derrota, o time alviverde estaciona nos 16 pontos e será superado no domingo por Atlético-GO ou Bahia, que se enfrentam e tem a mesma pontuação.

Para o lado santista, a terceira vitória seguida, os três pontos levam aos 26 pontos e ao nono lugar na classificação, provisoriamente. Com isso, não faltará tranquilidade para o duelo contra o Bahia, na quarta-feira, às 19h30, na Vila Belmiro. O Palmeiras pega a Portuguesa no mesmo dia, às 20h30.

UM PARA CADA

Foi uma partida com dois tempos distintos e que reforçou o quanto a qualidade técnica não decide (resumindo: não basta talento, tem de estrela). A avaliação valeu para Barcos e Neymar. O primeiro fez grandes jogadas pelo Palmeiras, com muitos dribles e chutes, e uma com muito perigo ao gol, de cabeça, quase no fim do jogo --terminou em grande defesa de Rafael. Já o segundo, bem, é só ver o placar.

Aos 40min o time alviverde fez valer seu domínio do jogo na etapa inicial, quando Correa deu um chute rasteiro e forte de fora da área, fazendo um belo gol, 1 a 0 no placar. Quatro minutos depois, saiu o primeiro gol do Neymar para o Santos, em cobrança de falta da intermediária, mandando a bola com muita curva no canto, sem chance de defesa, e empatou.

No segundo tempo o panorama da partida mudou. O Santos voltou melhor e passou a pressionar, marcar no ataque, e tentar chegar em lances individuais de seus astros. FGoi aos 17min que Neymar brilhou de novo para o Santos: pegou a bola, olhou e deu um chute rasteiro, no cantinho de Bruno (que pareceu demorar para cair), com a bola batendo na trave, e virou o placar para 2 a 1.

Maurício Ramos e João Vitor se revezeram nas faltas em Neymar e André. Ganso, criticado pelos torcedores por negociar com o São Paulo, quase não foi notado em campo --a não ser por uma ótima chance no segundo tempo, quando poderia ter fechado o placar com vantagem para os santistas. Para sua sorte, não foi preciso. E os três pontos foram garantidos, mais uma vez, pelo atacante da seleção brasileira e o mais bem pago do País.