Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Terça, 27 de Outubro de 2020

Esporte

Oswaldo deixa futuro em aberto e espera reunião para planejar 2013

Técnico do Botafogo demonstra vontade em renovar, porém aguarda posicionamento da diretoria: "O planejamento não depende só de mim"

Globo Esporte.com

05 de Novembro de 2012 - 08:32

O empate com o Palmeiras em 2 a 2 neste domingo, na Arena da Fonte, em Araraquara, deixa o Botafogo praticamente fora da briga por uma vaga na Libertadores, já que existe uma diferença de oito pontos entre o time carioca e o São Paulo, quarto colocado, restando apenas quatro rodadas para o término do Campeonato Brasileiro.

Apesar das chances remotas de classificação para a Libertadores, o técnico Oswaldo de Oliveira garante que o foco continua no G-4. Entretanto, o treinador não nega que é preciso pensar na próxima temporada. Sem ter uma reunião marcada com a diretoria para discutir sua permanência a frente do Botafogo, o comandante se colocou à disposição.

- O planejamento não depende só de mim. Depende também da diretoria do Botafogo. No momento em que houver consenso, nós vamos pensar nisso sim - disse Oswaldo de Oliveira, que já declarou em outras oportunidades que seu desejo é permanecer no clube.

Com relação ao elenco, Gabriel e Fellype Gabriel já tiveram seus contratos renovados. Amaral será devolvido ao Cruzeiro e o zagueiro Vinícius não deve permanecer. Já Vítor Júnior, emprestado pelo Corinthians, ainda terá sua situação analisada, mas dificilmente permanecerá, já que o Botafogo precisaria pagar R$ 3 milhões por 50% de seus direitos econômicos.

Além dos jogadores que podem sair, há aqueles que retornam de empréstimo, casos principais de Caio e Loco Abreu, que estão emprestados ao Figueirense. O uruguaio ainda depende do rebaixamento do clube catarinense para voltar ao Botafogo. Eles têm contratos longos, até dezembro e junho de 2014, respectivamente.

O Botafogo volta a campo no próximo sábado, diante da Portuguesa, no Engenhão, às 19h30min (horário de Brasília).