Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Sábado, 28 de Novembro de 2020

Esporte

Pacotão do Flu: festival de tapas em Fred e marca de sarrafo em Sobis

Atacantes aparecem entre os destaques, e camisa 9 ainda dá belo passe de calcanhar. Diego Cavalieri salva, enquanto Walter, desta vez, passa em branco

Globo Esporte

20 de Fevereiro de 2014 - 07:53

A sétima vitória consecutiva do Fluminense no Campeonato Carioca, por 1 a 0 contra o Macaé no Moacyrzão (assista aos melhores momentos no vídeo ao lado), veio acompanhada do fim do jejum de Fred. Há mais de seis meses sem marcar, o centroavante fez de cabeça e logo foi alvo de cumprimentos nada sutis dos companheiros.

Não faltaram tapas para comemorar o reencontro do camisa 9 com as redes. O pacotão também conta com um lance feio envolvendo Rafael Sobis. No segundo tempo do jogo, o companheiro de ataque de Fred levou a pior em dividida com o goleiro adversário. Resultado: marcas de travas de chuteira em seu corpo.

Como destaques, aparecem ainda as duas ótimas defesas de Diego Cavalieri, que também foi responsável pela conquista dos três pontos em Macaé. Após chute no canto no primeiro tempo, e cobrança de falta no ângulo no segundo, o goleiro apareceu para salvar. Um belo passe de calcanhar de Fred, além do primeiro jogo sem gols de Walter, finalizam os principais momentos do Tricolor.

TAPAS E PETELECOS

O jejum de Fred, que não fazia um gol desde o dia 7 de agosto de 2013, enfim acabou. Contra o Macaé, o artilheiro foi responsável pelo gol da vitória tricolor e não foi poupado pelos colegas durante a comemoração. Sobrou para a cabeça do camisa 9, que foi alvo de diversos tapas. Só Conca e Carlinhos, juntos, deram 26, além dos diversos petelecos aplicados pelo argentino. Diguinho e Bruno também pariticiparam dos "afagos".

MARCA EM SOBIS

Logo no começo do segundo tempo, Rafael Sobis levou a pior em dividida com o goleiro Fernando, do Macaé. Após lançamento de Conca, o atacante correu para brigar pela bola, mas o arqueiro chegou primeiro para isolar e afastar o perigo. No movimento da perna, porém, as travas da chuteira deixaram marca nas costelas do tricolor, que ainda ficou no chão, reclamando bastante das dores.

CAVALIERI SALVA

Diego Cavalieri foi importantíssimo para a conquista dos três pontos no Moacyrzão. O goleiro salvou o Flu com duas grandes defesas, uma em cada tempo da partida. Quando o placar ainda estava em branco, ainda aos 24 minutos de jogo, Diego espalmou a finalização perigosa de Filipe Machado e a bola ainda pegou na trave. No segundo tempo, o camisa 12 foi buscar uma boa cobrança de falta de Ernani, no ângulo, aos 18.

DE CALCANHAR

Antes de fazer o seu gol e encerrar o jejum que vinha passando, Fred atacou de garçom, com um belo passe. Com boa visão de jogo, o centroavante observou a passagem de Jean e tocou para o companheiro, de calcanhar, deixando o volante livre para marcar aos 13 minutos de jogo. O camisa 7, porém, finalizou de pé esquerdo em cima do goleiro Fernando.

DESSA VEZ NÃO DEU

Walter entrou no lugar de Rafael Sobis aos 31 minutos da etapa final, e não conseguiu repetir as atuações que teve desde a sua estreia pelo Fluminense. Nos dois últimos jogos, foram três gols, com o camisa 18 sempre entrando no fim. Contra o Macaé, no entanto, apenas três participações, com uma desarme sofrido, um cruzamento direto nas mãos do goleiro e um passe errado.