Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Sábado, 29 de Janeiro de 2022

Policial

Agente e outras nove pessoas são feitas reféns no Segurança Máxima

Segundo o tenente-coronel Solon Rodrigues, o grupo foi levado para a sala de saúde, após ser rendido no pátio da unidade.

Campo Grande News

02 de Maio de 2011 - 13:00

A Polícia Militar informa que, pelo menos, dez pessoas foram feitas reféns por dois detentos na manhã de hoje no Presídio de Segurança Máxima de Campo Grande.

Segundo o tenente-coronel Solon Rodrigues, o grupo foi levado para a sala de saúde, após ser rendido no pátio da unidade.

Só se sabe, por enquanto, que um deles é agente e os demais são psicólogos, dentistas e professores que trabalham pela manhã na unidade. Ainda conforme a PM, foi uma tentativa de fuga envolvendo os dois presos.

Eles tentavam escapar quando foram vistos por guardas que ficam nas colunas de segurança. Ao serem advertidos, atiraram contra os PMs, que revidaram, segundo a Polícia.

Ao fugirem para dentro do pavilhão, renderam os servidores que estavam na quadra de esportes.

A área do presídio está isolada e a Cigcoe (Companhia Independente de Gerenciamento de Crises e Operações Especiais) chegou há pouco no local, com duas viaturas e homens da Tropa de Choque. A PM faz a negociação e garante que alguns dos reféns já foram liberados.

Bombeiros também estão na unidade, com uma ambulância. Não há notícias sobre feridos. O motim começou há cerca de 20 minutos, com disparos de armas de fogo.

Segundo o Sindicato dos Agentes Penitenciários, um dos detentos está armado com pistola, apesar de pente-fino realizado na sexta-feira no Presídio de Segurança Máxima.