Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Sexta, 3 de Dezembro de 2021

Policial

Briga por visita ao filho após separação faz homem atirar na família e se matar

Segundo o delegado Juliano Carvalho Biachio, o casal havia se separado há 15 dias e Marcos Rodrigues dos Santos, 29 anos, começou a ameaçar a vítima, uma jovem de 18 anos.

Campo Grande News

04 de Setembro de 2013 - 10:19

Oito dias após uma tragédia na Capital, na qual um homem de 42 anos matou a esposa e em seguida cometeu suicídio, no Jardim Sayonara, outro crime semelhante ocorreu em Camapuã, a 137 quilômetros da Capital. A motivação, segundo a Polícia, foi a mesma: ambos não aceitaram o fim do relacionamento. Por sorte, no último caso, a ex-mulher do autor não morreu.

Segundo o delegado Juliano Carvalho Biachio, o casal havia se separado há 15 dias e Marcos Rodrigues dos Santos, 29 anos, começou a ameaçar a vítima, uma jovem de 18 anos. Ela então disse que compareceria a delegacia da mulher, porém não o fez. Na segunda briga, principalmente porque a mulher disse que ele não veria o filho, um menino de um ano, Marcos atirou em seu pescoço e na sombra, na altura do ombro.

“A jovem já passou por cirurgia, está bem e inclusive conversamos informalmente com ela. A sogra também está estável e estamos aguardando melhoras para formalizar os depoimentos. Até o momento, quatro pessoas foram ouvidas sobre este caso e o próximo passo é receber o laudo pericial”, explica o delegado Biachio.

O delegado diz ainda que já possui a identificação do dono da arma, um revólver calibre 38, no qual quatro tiros foram deflagrados e averigua como Marcos conseguiu a arma. Após a tentativa de homicídio na mulher e sogra, ele deu um tiro em sua cabeça e morreu na hora. O caso continua sendo investigado.