Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Sexta, 12 de Abril de 2024

Policial

Com sinais de estupro, adolescente indígena é encontrada morta pendurada em árvore de aldeia

Suspeitos tentaram forjar o feminicídio, como suposto suicídio da adolescente, de 16 anos.

G1

24 de Fevereiro de 2024 - 10:34

Com sinais de estupro, adolescente indígena é encontrada morta pendurada em árvore de aldeia
Caso é investigado pela Polícia Civil de Tacuru (MS). — Foto: PCMS/Reprodução

Uma adolescente, de 16 anos, foi encontrada morta pendurada a uma árvore, na comunidade indígena Sassoro, em Tacuru (MS), nesta sexta-feira (23). Os suspeitos do crime, que estão foragidos, tentaram encobrir o feminicídio simulando suposto suicídio da vítima, de acordo com as investigações da Polícia Civil.

Assim que chegaram para atender a ocorrência, os policiais identificaram que a vítima não cometeu suicídio, mas sim foi morta estrangulada. A adolescente foi encontrada com uma corda amarrada ao pescoço e içada a uma árvore.

Os ferimentos encontrados no corpo, somados aos depoimentos das testemunhas, levantaram a suspeita de feminicídio. A vítima apresentava sinais de estupro e foi encontrada com a genitália ferida, segundo as informações repassadas pelo delegado que investiga o caso, Mateus Crovador.

Além da Polícia Civil, a Perícia Técnica foi acionada e encaminhou materiais de DNA para amostra. O delegado informou que os exames periciais vão apontar a autoria dos abusos sexuais.

Os suspeitos do crime seguem foragidos. Conforme o delegado, os autores tinham relação de proximidade com a vítima. O caso foi registrado como feminicídio e segue em investigação pela delegacia de Tacuru. Este é o 5º fem