Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Sábado, 8 de Maio de 2021

Policial

Em meio a rebeliões no país, tropa de Choque faz operação na Máxima

O grupo de policiais entrou às 7h45min de hoje e a previsão é que os trabalhos durem até o começo da tarde.

Correio do Estado

20 de Janeiro de 2017 - 10:28

Em meio à guerra entre facções criminosas rivais, em unidades prisionais pelo Brasil, tropa de Choque faz operação no maior estabelecimento penal do Mato Grosso do Sul, o Presídio de Segurança Máxima, localizado no Jardim Noroeste, em Campo Grande.

Grupo de 65 homens dão apoio a agentes penitenciários em vistorias que têm como finalidade apreender materiais ilícitos como drogas, aparelho celulares e armas artesanais. O grupo de policiais entrou às 7h45min de hoje e a previsão é que os trabalhos durem até o começo da tarde. "Se tudo correr na normalidade, policiais devem sair por volta das 13h", disse o subcomandante do batalhão Rigoberto Rocha.

Conforme a Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário (Agepen), o pente-fino faz parte de cronograma de ações preventivas e já estava programado.

Assim como nos maiores presídios do país, na Máxima também há integrantes de diferentes facções criminosas, as quais estão em guerra. Série de rebeliões vem ocorrendo desde o começo do ano em Manaus (Amazonas), Roraima (RR) e Rio Grande do Norte (RN). Mais de 50 detentos morreram e dezenas de outros ficaram feridos.