Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quinta, 13 de Junho de 2024

Policial

Empresa de fogos de artifícios de Campo Grande tem documentação fiscalizada de 2013/2014

De acordo com o comandante da corporação, coronel Ociel Ortiz, caso o documento seja o emitido pelo Corpo de Bombeiros deve se verificar se houve notificação

Midiamax

13 de Novembro de 2014 - 10:37

A empresa de vendas de fogos de artifícios localizada na Rua 15 de Novembro, na área central de Campo Grande, passa por uma fiscalização desde as primeiras horas da manhã desta quinta-feira (13). Equipes do Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado) estão no local por conta da “Operação Morteiro”.

Há dez meses, o grupo investiga denúncias de irregulares em uma licitação feita pela Prefeitura de Três Lagoas na compra de fogos de artifícios para um show pirotécnico, que ocorreu na festa de Réveillon de 2013/2014. Por conta disso, a ação é realizada na sede da Prefeitura daquele município, além de uma empresa que funciona por lá e duas em Campo Grande.

Em uma delas que há em Campo Grande, foi constatada pela equipe do Gaeco que havia um alvará vencido e por conta disso, os militares do Corpo de Bombeiros foram acionados. Eles estiveram no local, acompanharam a situação.

Ainda não é sabido se o alvará que está irregular seria o de funcionamento que é emitido pela Prefeitura de Campo Grande ou de armazenamento e manuseamento, expedido pelo Corpo de Bombeiros.

De acordo com o comandante da corporação, coronel Ociel Ortiz, caso o documento seja o emitido pelo Corpo de Bombeiros deve se verificar se houve notificação. “Se não houve notificação, ele precisa pagar uma multa e se regularizar, caso contrário, se o empresário em questão já ficou ciente da situação e não se adequou a penalidade pode chegar ao fechamento do local, mas cada caso é um caso. Por isso, tem que ver qual é o alvará e se houve uma série de procedimento anterior”, explica.

Já a equipe do Gaeco continua no local cumprindo um dos mandados de buscas e apreensão expedido pela justiça. Já foi constatada a apreensão de alguns documentos. Entretanto, não há informações do que foi recolhido.