Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Sábado, 18 de Setembro de 2021

Policial

Ex-prefeito vítima de sequestro era médico e “grande profissional”, diz prefeito

O corpo de Saravy foi encontrado em um matagal no bairro Zarate Ilha, na cidade de Luque, no Paraguai, a 452 quilômetros de Ponta Porã.

Campo Grande News

16 de Setembro de 2013 - 15:00

O prefeito de Guia Lopes da Laguna, Jácomo Dagostin (PMDB), decretou, nesta segunda-feira, luto oficial de três dias em decorrência da morte do ex-prefeito da cidade, Carlos Roberto Saravy, 58 anos. Ele era médico clínico geral e o cirurgião no hospital do município. “Era um grande profissional”, afirmou o peemedebista.

O corpo de Saravy foi encontrado em um matagal no bairro Zarate Ilha, na cidade de Luque, no Paraguai, a 452 quilômetros de Ponta Porã. Como o carro dele foi queimado, a polícia paraguaia suspeita de sequestro seguido de homicídio.

Saravy tinha um apartamento em Assunção, capital do Paraguai, onde costumava passar o fim de semana, segundo Dagostin. Ele comandava as cirurgias no hospital de Guia Lopes. Também foi prefeito pelo PDT entre 2001 e 2003.

“Era um grande profissional e vai deixar muita saudades para o município e toda a região”, completou Dagostin. O corpo foi encontrado na madrugada de hoje e não há informações sobre o local do velório.