Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Sábado, 16 de Outubro de 2021

Policial

Família passa por ‘noite de terror’, após ladrões invadirem casa na Capital

Um casal de 48 e 53 anos foram rendidos pelos criminosos que invadiram uma casa na noite de ontem

Midiamax

26 de Novembro de 2014 - 08:37

Uma família passou por uma noite de terror por conta de um roubo ocorrido por volta das 21 horas de terça-feira (25), na Vila Adelina, região sul de Campo Grande. Os ladrões foram hostis e faziam ameaças a todo o momento.

Um casal de 48 e 53 anos foram rendidos pelos criminosos que invadiram uma casa na noite de ontem. Eles estavam armados e levaram cada um de uma vez para o mesmo quarto.

Por lá, mandaram que eles deitassem de bruços na cama e utilizasse o travesseiro na cabeça para não olhar para eles. Eles foram até o quarto de cada um dos filhos, de 23 e 19 anos, e os renderam.

Todos foram colocados no mesmo cômodo. Enquanto um dos criminosos cuidava dos reféns, o outro revirava o imóvel. A todo o momento, eles pediam por dinheiro, arma e joias e ameaçam a família dizendo que, “se não entregasse, levaria o filho deles até o ‘Inferninho’”.

Da casa foram levados três aparelhos celulares, HD externo, aliança, anel, brinco, notebook, pulseira, sapato e o Voyage, preta, placas NPE-4992, de Campo Grande (MS). Porém antes de ir embora, a dupla amarrou e amordaçou as vítimas, além disso, os reféns foram distribuídos em diferentes cômodos.

Após algum tempo, a família ouviu o barulho do veículo sendo retirado da garagem e o local ficou quieto. Após um tempo, eles conseguiram se soltar e acionaram o Ciops (Centro Integrado de Operações de Segurança). O caso foi registrado na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) da Vila Piratininga, região sul de Campo Grande.

Um dos suspeitos foi descrito tendo aproximadamente 19 anos, de cor morena, cabelo curto preto, usava tênis verde neon, boné, havia tatuagem na mão esquerda próximo ao polegar com uma letra "B", entre outras letras e um conjunto de asteriscos. Já o comparsa estava de boné, roupas coloridas e tênis preto e vermelho.