Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Sexta, 7 de Maio de 2021

Policial

Furtos em agências deram prejuízo de pelo menos R$ 1 milhão aos Correios

Dois suspeitos foram presos e dois continuam foragidos.

Campo Grande News

02 de Dezembro de 2016 - 13:35

Somente neste ano, furtos e arrombamentos em agências da ETC (Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos) já causaram prejuízo de pelo menos R$ 1,1 milhão em Mato Grosso do Sul, de acordo com o gerente de segurança, Márcio Mendes Moreira.

A declaração foi dada na manhã desta sexta-feira (2) no Garras (Delegacia Especializada de Repressão a Roubos a Bancos, Assaltos e Sequestros), durante apresentação de parte de uma quadrilha especializada em furtar cofre de agências. Dois suspeitos foram presos e dois continuam foragidos. Eles invadiram seis agências do Correios e furtaram mais de R$ 255 mil em dinheiro.

Segundo Márcio Mendes, de janeiro até agora, já foram contabilizados 23 casos de agências atacadas, entre furtos, tentativas e roubos, em Mato Grosso do Sul, o que significa aumento de 475%, em relação ao mesmo período do ano passado quando foram quatro casos de furtos. “A maioria dos arrombamentos ocorreram em época de greve dos bancos, período em que as agências estavam abastecidas de muito dinheiro”, explica.

Para coibir ocorrências, a empresa mantém um acordo de cooperação técnica com a PF (Polícia Federal), monitoramento por circuito fechado de TV, cofre com fechadura de retardo e sistema de alarme. Esses arrombamentos são mais comuns no fim de semana, durante à noite e em agências em locais ermos.

No começo de outubro, ladrões levaram um cofre da ECT que fica na galeria do Shopping Itanhangá Park, no cruzamento da Rodolfo José Pinho com a Chaadi Scaff. Em agosto, o alvo foi uma agência em Corguinho e o gerente foi feito refém.