Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Domingo, 5 de Dezembro de 2021

Policial

Jovem foge da policia, bate carro e mata mulher de 29 anos em Três Lagoas

A motorista Fernanda Alves Pereira Garcia de 22 anos sentia fortes dores na perna direita e não foi necessário ser levada para a unidade de saúde.

Rádio Caçula

23 de Agosto de 2013 - 10:47

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) identificou a jovem morta em um acidente de transito durante a madrugada desta sexta-feira (23) na Avenida Ranulpho Marques Leal (BR-262), no bairro Jardim Alvorada em Três Lagoas.

A jovem Luana Graciela Martins Ferreira de 29 anos, natural de Ilha Solteira, SP morreu no local e foi levada para o IMOL (Instituto de Medicina e Odontologia Legal) e após exames periciais teve o corpo liberado para o sepultamento que deverá ocorrer no interior paulista, onde reside sua família.

FERIDOS

Os ocupantes do veículo Fiat Tempra foram levados para o Hospital Auxiliadora para cuidados médicos. A motorista Natália Jardim Dias Martinez de 25 anos sofreu escoriações na perna direita e uma possível fratura na perna esquerda e o passageiro que estava no banco de trás, Everton Cavalcante Bonfim de 29 anos teve um corte no olho direito, uma suposta fratura no ombro e costela do lado direito.

Ford Fusion – Fuga e Prisão

A motorista Fernanda Alves Pereira Garcia de 22 anos sentia fortes dores na perna direita e não foi necessário ser levada para a unidade de saúde.

O passageiro do carro Marco Antônio Barbosa da Silva, 22 anos, saiu ileso no acidente e foi preso - ao fugir da polícia após o acidente - a aproximadamente 500 metros do local, na Rua Luiz Corrêa da Silveira, no bairro Jardim Brasília.

Barbosa já possui passagens policiais por tráfico de drogas, ameaça e homicídio, foi preso pela PM minutos depois do fato e alegou que fugiu da polícia por ter ficado com medo.

Fernanda que trabalha em uma livraria do Município, afirmou à polícia que ao pegar o carro emprestado do padrasto foi até o posto de combustível na BR-262 (Avenida Ranulpho Marques Leal), para comprar refrigerante e ao notar a presença policial naquele estabelecimento fugiu após ser obrigada pelo amigo que a ameaçou com uma arma de fogo. A arma não foi encontrada pela polícia até o momento.

Diante o flagrante, os suspeitos estão sendo ouvidos pela autoridade policial na Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário (DEPAC) para onde foram encaminhados. O delegado responsável pelo caso Thiago Silva Passos após ouvir testemunhas e policiais que atenderam ao caso, tomará as medidas legais quanto ao caso.