Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Domingo, 17 de Janeiro de 2021

Policial

Justiça condena homem que espancou jovem até a morte em Deodápolis

Na época, o crime causou grande repercussão na cidade, diante da brutalidade do ato e frieza do acusado, que logo após matar a vítima, ainda foi a uma festa.

Campo Grande News

20 de Março de 2014 - 08:10

O MPE (Ministério Público Estadual) conseguiu através do Egrégio Tribunal do Júri condenar um homem que espancou até a morte um jovem em Deodápolis, a 252 quilômetros de Campo Grande.

Na época, o crime causou grande repercussão na cidade, diante da brutalidade do ato e frieza do acusado, que logo após matar a vítima, ainda foi a uma festa.

O fato aconteceu no dia 05 de junho de 2010, na esquina da rua Crispiniano da Rocha com a Fanoel do Ouro, em frente ao terminal rodoviário do município.

Pedro dos Santos Teixeira, Dirceu Bitencourt Queiroz, conhecido como "Dirceuzinho" e Wagner da Silva Nascimento, eram integrantes da gangue que atacou as vítimas Sandro Rembi Medina e Marcial de Souza. Sandro morreu no local devido aos golpes desferidos contra ele. Marcial de Souza foi socorrido, e sobreviveu ao ataque.

O MPE por meio da promotora de Justiça, Juliana Martins Zaupa, pediu a condenação de Pedro dos Santos pela prática de homicídio qualificado por motivo fútil e pelo recurso que impossibilitou a defesa da vítima. Ele foi condenado a 16 anos e seis meses de reclusão.

Não foi divulgada pelo MPE, a situação dos demais envolvidos no crime perante a Justiça.