Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Sábado, 18 de Setembro de 2021

Policial

Médico paga fiança de R$ 8,1 mil e é liberado depois de sete horas preso

A fiança equivale a 12 salários mínimos, e foi arbitrada pelo delegado Luis Thomás de Paula Aquino, que confirmou o pagamento e a liberação do médico

Campo Grande News

08 de Setembro de 2013 - 22:14

O médico William Ivan Miyasato, 28 anos, pagou afiança de R$ 8.136,00 e foi liberado da Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário), no centro de Campo Grande, por volta das 14h de hoje (8). Ele foi responsável pelo acidente nesta madrugada, com duas vítimas.

A fiança equivale a 12 salários mínimos, e foi arbitrada pelo delegado Luis Thomás de Paula Aquino, que confirmou o pagamento e a liberação do médico. “Agora ele vai responder em liberdade”, comentou.

William foi solto após uma “vaquinha” da família, que levantou a quantia com ajuda de amigos. Durante a manhã deste domingo, pelo menos três pessoas apareceram na Depac Centro, com dinheiro para colaborar.

A família também garantiu que já está bancando todos os custos com atendimento aos dois homens que foram atingidos pelo carro conduzido por William. As vítimas estavam paradas em uma moto, na avenida Afonso Pena, esquina com a Calógeras, no sinal vermelho, por volta das 4h30. Ambos voltavam do trabalho, no bar Barbaquá.

Segundo a Polícia, nenhum corre risco de morte. Anauri Rivarras de Souza, de 31 anos, teve ferimentos leves. Carlos Henrique Aparecido Nunes estava na garupa da moto e teve traumatismo na cabeça e no joelho.

Willian prestou os primeiros socorros, antes de ser levado à delegacia.No carro do rapaz, a polícia encontrou uma garrafa de uísque Johnnie Walker Red Label, as ele também disse em depoimento que estava muito cansado porque havia feito vários plantões consecutivos. O médico é contratado pela Prefeitura de Campo Grande, mas a especialidade não foi divulgada.