Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quarta, 4 de Agosto de 2021

Policial

Menores que mataram “Cidinho” são capturados, interrogados e liberados

Os adolescentes foram ouvidos, indiciados e entregues a família conforme manda a lei

Marcos Tomé/Região News

12 de Março de 2011 - 07:46

Um crime brutal que tirou a vida de Aparecido Caetano Sobral de Lima, vulgo “Cidinho” na noite da última quinta-feira, teve desfecho numa operação desencadeada pela Polícia Civil, Militar e Conselho Tutelar. As investigações iniciaram logo após o crime que aconteceu na Rua João Márcio Ferreira Terra na conveniência “Aguiar” no Bairro São Bento.

Segundo informações, um grupo de adolescentes estava numa praça nas proximidades do referido estabelecimento ingerindo bebida alcoólica quando, “Cidinho” teria passado e agredido um membro do bando. Após agressão, o agressor seguiu a pé em direção ao estabelecimento comercial.

Minutos depois, cerca de 4 adolescentes se aproximaram do local e desferiram vários golpes de faca em “Cidinho” que morreu na hora. O Conselheiro Alcides Celestino Pinheiro “Cid Pinheiro” esteve no local do crime e colheu algumas informações de testemunhas juntamente com a Polícia Civil e Militar.

Por volta das 15 horas desta sexta-feira, com base em informações apuradas pelas autoridades Policiais e Conselho, foi possível iniciar uma operação que levou ao desfecho do caso. Consta que todos os adolescentes que participaram do assassinato são alunos da Escola Estadual Catarina de Abreu e estavam em horário de aula.

Os 4 menores tem idade entre 14 e 16 anos e todos foram capturados. O Conselho Tutelar contou com a apoio dos agentes da Polícia Civil, Lemos e Ortega. Cid Pinheiro e Wellison Muchiutti trabalharam em conjunto com as autoridades policiais, já na delegacia, os adolescentes foram interrogados (depoimento), indiciados e entregues a família conforme manda a lei nestes casos em que não há flagrante.