Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quinta, 7 de Julho de 2022

Policial

Morte de casal, deixa órfãos garoto de 8 anos e menina especial de 16

Além de Laissa, do primeiro casamento, ela tinha outros dois filhos, Rafael Raota, com 25 e Ricardo Raota, com 23, ambos casados.

Flávio Paes/Região News

26 de Outubro de 2015 - 13:34

O que era para ter sido uma tarde de lazer para o motorista Inácio Gustamonte, de 37 anos  e sua esposa, Aparecida Marques dos Santos, 46 anos, às margens do Rio Vacaria, teve um desfecho trágico quando retornavam de motocicleta para casa pela MS-162. Morreram na colisão frontal da moto com um Voyage.

Mais do que ceifar duas vidas, encerrando uma união conjugal de oito anos, o acidente, entre outros desfechos, deixou órfãos duas crianças: Kauan Gustamonte, de 8 anos e Laissa Raota, uma adolescente de 16 anos, autista, que estuda na APAE, fruto do primeiro relacionamento de dona Aparecida, mas desde o 8 anos criada por Inácio. 

Além de Laissa, do primeiro casamento, ela tinha outros dois filhos, Rafael Raota, com 25 e Ricardo Raota, com 23, ambos casados, sendo que Ricardo é pai de um bebê de 10 meses. Em meio à dor pela perda dos pais, os dois filhos mais velhos, tiveram de encontrar forças para organizar o velório e sepultamento, mas também pensar rapidamente uma solução para os dois irmãos menores continuarem sendo criados numa estrutura familiar.

Foto: Marcos Tomé/Região News

http://regiaonews.com.br/uploads/2015102612192501.jpg

Amigos e familiares durante velório de casal

Como Ricardo, trabalhador da construção civil, paga aluguel (R$ 300,0)  ficou pactuado que ele vai se mudar para a casa da sua mãe, no conjunto Diva Nantes (na rua Oscar Pereira de Brito), em compensação assumirá a guarda de Kauan e Laissa. Ele terá de se mudar poucas quadras da rua onde mora atualmente, na rua Pascácio de Freitas.