Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quinta, 26 de Maio de 2022

Policial

Motorista foge da polícia, bate em caminhão e fica preso às ferragens

Um homem de 55 anos sofreu um acidente de trânsito ao tentar fugir da Polícia Militar de Naviraí, distante 359 km de Campo Grande

Correio do Estado

12 de Novembro de 2015 - 16:00

Um homem de 55 anos sofreu um acidente de trânsito ao tentar fugir da Polícia Militar de Naviraí, distante 359 km de Campo Grande, nesta quarta-feira (11). Embriagado Aparecido Calixto, colidiu o seu veículo Gol contra a carroceria de um caminhão Mercedes Bens 1317.
Segundo informações, o COPOM da Polícia Militar recebeu denúncia de que um motorista embriagado estaria dirigindo um veículo Gol pela rua Ipuitã, e que ele quase atropelou algumas pessoas que transitavam naquela rua.

De acordo com o site, a guarnição de trânsito foi acionada, e ao avistaram o veículo e dar ordem de parada para o condutor, o homem desobedeceu e empreendeu fuga em alta velocidade, adentrando a rua Laranjaí, quase atropelando algumas crianças que brincavam na calçada.

Conforme a reportagem, a equipe iniciou perseguição ao veículo em fuga, que adentrou a avenida Brasil, onde o motorista subiu em cima de uma calçada e mais uma vez quase atropelou uma pessoa que passava no local. Já no cruzamento com a avenida Campo Grande, ele não respeitou a placa de sinalização de “PARE” e bateu contra a carroceria do caminhão que transitava pela avenida Campo Grande.

Informações do site dão conta que, com o impacto a frente do Gol ficou totalmente destruída e Aparecido ficou preso nas ferragens. A Polícia Militar acionou o Corpo de Bombeiros que compareceu ao local e realizou os primeiros socorros a vítima. Os bombeiros tiveram que usar um desencarcerador para conseguir abrir o carro e retirar o motorista que estava desmaiado.

Ainda conforme a reportagem, ele foi socorrido até a Santa Casa de Naviraí, onde após ser medicado, o médio que o atendeu autorizou a Polícia Militar a realizar o teste de bafômetro em Aparecido, que resultou em 0,79 mg/L, constatando assim sua embriagues.

Segundo a Polícia Militar, parentes de Aparecido que comparecem ao hospital disseram que ele por várias vezes disse que iria se matar, e que ontem, ele passou o dia no bar ingerindo bebida alcoólica.

A publicação informou também que Aparecido estava com sua CNH (Carteira Nacional de Habilitação) vencida assim como os documentos de seu veículo. Ele recebeu voz de prisão e por estar internado, ficou sob escolta policial.