Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Sábado, 28 de Novembro de 2020

Policial

Mulher mata o marido e confessa o crime em bilhete deixado na casa

O fato aconteceu ontem (17) na casa onde o casal vivia, no residencial Silvestre III, Bairro Nova Lima, em Campo Grande.

Adão Jorge

18 de Fevereiro de 2014 - 15:24

Edmilson Ramão da Silva, de 44 anos, foi assassinado a facadas e sua esposa, identificada apenas como Madnusa, deixou um bilhete confessando o crime. Ele era artista plástico. O fato aconteceu ontem (17) na casa onde o casal vivia, no residencial Silvestre III, Bairro Nova Lima, em Campo Grande.

Segundo informações da Polícia Civil, ela telefonou para o celular da filha,  uma adolescente de de 15 anos, e pediu que ela fosse até o Mercadão Municipal pegar a chave da casa com um advogado e, depois, até a casa.

Lá, segundo a mulher, a filha encontraria um homem morto. Ao chegar à residência a menina encontrou o padrasto morto no corredor com perfurações na cabeça, nos braços e no pescoço.

Em cima da mesa ela encontrou um caderno em que a mãe confessou ter cometido o crime. “Cansei de apanhar dele. Agi em legitima defesa. Era ele ou eu. Tenho um filho pequeno para criar que só tem a mim. Sinto muito”, escreveu ela.

O caso está sendo investigado na 2ª Delegacia de Polícia.