Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Sábado, 6 de Março de 2021

Policial

Mulher vai à Justiça por acreditar que irmã morreu por maus-tratos

Segundo a 7ª Promotoria de Justiça, a irmã da idosa foi até a promotoria no dia 11 de julho, dizendo que a idosa estaria sendo vítima de maus-tratos

Midiamax

07 de Outubro de 2014 - 17:05

A 7ª Promotoria de Justiça de Corumbá instaurou um procedimento administrativo para apurar a morte de uma idosa de 78 anos no dia 31 de julho deste ano. O procedimento teve início, pois a irmã da idosa suspeitou que a morte pudesse ter acontecido em decorrência de maus-tratos.

Segundo a 7ª Promotoria de Justiça, a irmã da idosa foi até a promotoria no dia 11 de julho, dizendo que a idosa estaria sendo vítima de maus-tratos. Ela estaria acamada, desidratada, com pneumonia e câncer no intestino. A idosa morava com o marido, um sobrinho e com a mulher do sobrinho.

A irmã relatou ter ido realizar uma visita e disse acreditar que os familiares não estavam prestando toda a assistência necessária à idosa.

Após o procedimento ter sido instaurado, foi solicitado um estudo de caso feito por uma psicóloga. Logo depois, a idosa foi internada e acabou morrendo no pronto-socorro do hospital de Corumbá.

Um boletim de ocorrência foi registrado na última quinta-feira (2) na Daij (Delegacia de Atendimento à Infância, Juventude e Idoso) de Corumbá. Agora, a Polícia Civil vai investigar o caso, para saber se realmente houve maus-tratos contra a idosa.