Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Terça, 25 de Janeiro de 2022

Policial

Operação Questor: PF vai ouvir 40 depoimentos em dois dias

Diario On-line

17 de Maio de 2011 - 16:12

Só entre hoje e amanhã, dias 17 e 18 de maio, respectivamente, a Polícia Federal de Corumbá deve ouvir 40 depoimentos durante a continuidade das investigações da Operação Questor, que apura a existência de um grupo que fraudava licitações públicas na Prefeitura de Ladário e, no período de um ano, teria desviado de recursos federais da ordem de R$ 500 mil. Nestes dois dias, a maioria das pessoas que vai depor é de servidores da Prefeitura de Ladário.

A "Operação Questor" é uma ação conjunta com o Ministério Público Federal (MPF) e Controladoria Geral da União (CGU). Foram cumpridos quatro mandados de prisão temporária em Corumbá; dois em Ladário e um em Campo Grande. Outros 26 mandados de busca e apreensão foram cumpridos pelos agentes federais.

De acordo com as investigações, o grupo era composto por funcionários públicos e empresários e fraudava procedimentos licitatórios que envolviam verbas públicas federais destinadas à saúde, educação e infraestrutura no município de Ladário.

É possível que o prefeito de Ladário, José Antonio Assad e Faria, fale sobre o caso ainda nesta terça-feira, dia 17. O delegado chefe da Polícia Federal de Corumbá, Alexandre do Nascimento, informou que investigações da Operação Questor - que duraram um ano - não citam o prefeito ladarense, mas mesmo assim o chefe do Executivo deve ser investigado. O prefeito também deve depor nesta terça-feira.