Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Domingo, 5 de Dezembro de 2021

Policial

PF desarticula quadrilha que fraudava benefícios federais em Pernambuco

O trabalho foi realizado de forma conjunta com o Ministério do Trabalho e Emprego, que notificou a falha no sistema informatizado.

Uol

30 de Setembro de 2013 - 09:46

A Polícia Federal (PF) de Pernambuco conseguiu desarticular uma quadrilha especializada no desvio de recursos federais destinados ao pagamento de seguro-desemprego e bolsa família. A operação foi deflagrada nesta segunda-feira (30) após dois meses de investigação.

De acordo com a corporação, foram cumpridos nove mandados de busca e apreensão, dois de prisão preventiva, seis de prisão temporária e dois de condução coercitiva. Além das prisões, a PF cumpriu ainda mandados de sequestro de bens e bloqueou nesta segunda-feira R$ 4 milhões que estavam nas contas bancárias dos integrantes da quadrilha.

O trabalho foi realizado de forma conjunta com o Ministério do Trabalho e Emprego, que notificou a falha no sistema informatizado. Essa falha permitia a liberação de benefícios fraudulentos por meio de registros de números aleatórios de processos trabalhistas inexistentes, com a criação de falsos vínculos empregatícios.

A Polícia Federal apurou que a organização criminosa tinha atuação desde janeiro de 2012 no Sistema Nacional de Empregos (Sine) em Olinda, na Região Metropolitana do Recife. No total, foram liberados pelo menos 1.463 benefícios fraudulentos, totalizando a fraude o montante aproximado de R$ 8 milhões.

O líder da organização criminosa se apresentava como policial federal, exibindo falsa carteira funcional. Os investigados serão indiciados nos crimes de corrupção ativa ou passiva, peculato, organização criminosa e lavagem de dinheiro. Somadas, as penas podem ultrapassar 30 anos de prisão.