Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quarta, 22 de Maio de 2024

Policial

PM apreende quase 4 kg de maconha presa ao corpo de traficantes

A dupla de traficantes foi abordada na madrugada desta quarta-feira por uma guarnição da Polícia Militar.

Redação/Região News

10 de Abril de 2024 - 08:37

PM apreende quase 4 kg de maconha presa ao corpo de traficantes
Droga apreendida com as mulheres. Foto: PM/Divulgação.

A Polícia Militar apreendeu 3,9 kg de maconha que estava sendo trazida por duas mulheres que vinham de Ponta Porã com destino a Campo Grande. Uma delas viajava com o filho, uma criança de 8 meses, num ônibus da Viação Cruzeiro do Sul.

A dupla de traficantes foi abordada na madrugada desta quarta-feira por uma guarnição da Polícia Militar durante bloqueio na Avenida Dorvalino dos Santos, na entrada da cidade. A passageira sentada na poltrona 5 despertou suspeitas dos policiais ao demonstrarem nervosismo com a aproximação dos policiais.

Inicialmente ela disse que foi até a cidade fronteiriça para fazer programas sexuais. No entanto, foi observado volumes presos ao corpo da mulher, além de estar desconfortável no assento.

A partir disso, foi questionada sobre os objetos, admitiu que estava trazendo droga. Um desconhecido o teria oferecido R$ 800,00 para que levasse uma mercadoria até rodoviária de Campo Grande onde entregaria a uma pessoa desconhecida que a procuraria assim que desembarcasse.

Os pacotes foram localizados, em busca pessoal, realizada por uma policial feminina da equipe, nas laterais do tronco e nos seios, sendo dois tabletes e cinco porções menores, totalizando a quantia de 2,135 kg. Em ato contínuo foi realizada entrevista a outra mulher, que estava cuidando do filho. Ela levava 1,820 kg de maconha em três tabletes de maconha presos aos seios.

Uma das mulheres presas, Maria Inêz Cavalcante Paz, 32, é reincidente, tendo condenação por tráfico de drogas. Em 8 de setembro de 2022 ele foi presa no Conjunto Flamboyant junto com Bruno Alexandre e Manoel Paulo Reis.

Na casa, a Polícia encontrou dois tabletes de cocaína (1,935 kg), além de porções de maconha e coca. Até junho ela ficou em prisão domiciliar até 26 de junho de 2023, quando foi condenada a dois anos e 11 meses de prisão em regime aberto.